RSS
 

ASPEREZA DAS GRANDES CIDADES

Benedicto Ismael C. Dutra
24/11/2008



A falta de ideal tem arrastado a humanidade para uma crescente desigualdade material e cultural que ameaça explodir na violência urbana e na revolta social.

A vida em grandes centros urbanos, como São Paulo, está se tornando extremamente áspera. O que de início era visto como um crescimento pujante, cheio de esperanças e de oportunidades para que as pessoas pudessem dispor de melhor qualidade, se tornou um inchaço que causa incômodo aos seus habitantes. Excesso de veículos, poluição, falta de saneamento, enchentes, poucas áreas verdes, tudo faz de São Paulo uma cidade muito rica, porém inóspita, estressante, da qual algumas pessoas já começam a se afastar.

Um dos aspectos positivos da renda garantida para as populações mais pobres, através do programa Fome Zero do governo Lula, tem possibilitado a muitos camponeses permanecerem em suas vilas, em vez de inchar as favelas, ou induzir maior número de crianças a passar mais tempo na escola, ao invés de nas ruas. Outros que foram tentar a sorte em São Paulo e nas cidades próximas, estão voltando para suas origens, pois mesmo com pouco dinheiro, conseguem ter uma vida de melhor qualidade. O senador Eduardo Matarazzo Suplicy foi o artífice do arrojado programa de renda básica de cidadania sancionado através da Lei Nº 10.835 de janeiro de 2004, mas ele mesmo reconhece que ainda há muito a ser feito para atingirmos o objetivo de dar à população carente o adequado preparo para a vida.

Não é suficiente alimentar o corpo. Torna-se igualmente indispensável nutrir a mente e a alma com princípios nobres, com coragem e dedicação, com seriedade e lealdade,  para que cada um adquira individualidade e discernimento, de forma a não cair na vala comum da massa que se contenta com pão e circo. O ser humano necessita mais do que isso para alcançar a elevada finalidade da vida, pois fazemos parte da espécie que recebeu este maravilho planeta para o desenvolvimento progressivo e não para que, levados pelo egoísmo e sede de poder, nos considerássemos donos, destruindo tudo, impedindo que outros pudessem usufruir com plenitude as benesses ofertadas pela dadivosa natureza.

Como membros da sociedade humana, todas as pessoas deveriam estar imbuídas do ideal de alcançarmos um estágio que assegure a liberdade de decisão, criando oportunidades de uma existência condigna através do esforço próprio. A falta desse ideal tem arrastado a humanidade para uma crescente desigualdade material e cultural, levando ao aumento das tensões sociais que ameaça explodir na violência urbana e na revolta social. Segundo Jacques Atali, citado por Zygmunt Bauman num de seus livros, 90% da riqueza total do planeta estão nas mãos de apenas 1% da população.

Com o mesmo empenho com que o Senador Suplicy conquistou o programa de renda básica para as populações carentes, torna-se imperioso o estabelecimento de um programa de preparo básico para a vida, pois sem isso estaremos permitindo a formação de enorme contingente de populações excluídas, sem disciplina, com saúde precária, analfabetos e, ainda por cima, carregando muito descontentamento no coração.

Nessa condição, fatalmente as populações acabam desperdiçando a vida sem que seja alcançado o seu significado mais elevado, se deixando embrutecer pelas misérias em todos os campos e que fatalmente, acabam produzindo um lamentável cenário de degradação humana. Para inverter esse quadro os jovens necessitam de um preparo para a vida e uma adequação à realidade do mercado de trabalho.



Benedicto Ismael Camargo Dutra é graduado pela Faculdade de Economia e Administração da USP, faz parte do Conselho de Administração do Prodigy Berrini Grand Hotel e é associado ao Rotary Club de São Paulo. É articulista colaborador de jornais e realiza palestras sobre temas ligados à qualidade de vida. É também coordenador dos sites www.vidaeaprendizado.com.br e www.library.com.br, e autor dos livros: “Nola – o manuscrito que abalou o mundo”;“2012...e depois?”;“Desenvolvimento Humano”; “O Homem Sábio e os Jovens” ,“A trajetória do ser humano na Terra – em busca da verdade e da felicidade”; e “O segredo de Darwin - Uma aventura em busca da origem da vida”(Madras Editora). E-mail: bicdutra@library.com.br; Twitter: @bidutra7
Enviar um Comentário:

Nome:
Email:
  Publicar meu email
Comentário:
Digite o texto que
aparece na imagem:

Vida e Aprendizado 2011.
Reproduçao total ou parcial do conteúdo deste site deverá mencionar a fonte.