RSS
 

PENSAR COM ESPERANÇA EM UM NOVO DIA

Benedicto Ismael C. Dutra
20/05/2014



Os bons pensamentos são essenciais para a transformação da vida. Temos de pensar num Brasil em constante melhora em todos os sentidos. Uma pátria onde os seres humanos se alegram com a vida em vez de mau dizê-la.

No século passado havia a ideia de que coisas boas e melhoras iriam sempre acontecer. Agora vivemos uma fase mais sombria no Brasil e no mundo. Falta esperança, pois os líderes mentem e as pessoas se cansaram disso e não se deixam mais enganar. Com pouca esperança, o desânimo aumenta e não há grande interesse pelas novidades de um novo dia.

Tirar a população do abandono, melhorando a sua renda, é bom desde que isso não acarrete mais desequilíbrio na balança comercial. Temos de produzir mais, exportar mais, mas o desempenho anda capenga devido ao despreparo da mão de obra brasileira que é um fator de baixa produtividade. Ao lado da melhora na renda, precisamos de profissionalismo e maior interesse pelo trabalho.

Os bons pensamentos são essenciais para a transformação da vida. Temos de pensar num Brasil em constante melhora em todos os sentidos. Uma pátria onde os seres humanos se alegram com a vida em vez de mau dizê-la. As pessoas precisam despertar e perceber como é importante dirigir os pensamentos de forma benéfica e construtiva, em vez de deixá-los vagando a esmo sem direção numa espécie de entorpecimento malsão.

Se realmente desejarmos mudanças para melhor, temos de pensar que as coisas não surgem do nada. Para que os esforços não se assemelhem a fogo de palha que logo se extingue, tem de haver dedicação e preparo. Necessitamos da perseverante aglutinação de vontades, pensamentos e ações na busca de condições e formas de viver mais humanas, sem ódio nem manifestações raivosas.

Eis o efeito borboleta: pequenas ações resultam em grandes efeitos porque se somam à atuação das leis naturais da Criação. O cérebro é uma poderosa ferramenta para atuar em conjunto com o cerebelo, cuja função é captar a intuição. Infelizmente a intuição foi sufocada. O cerebelo ficou pouco desenvolvido e o raciocínio raramente lúcido. Temos de pensar com clareza e reaprender a ouvir a voz da intuição, mas atualmente há uma forte pressão que restringe, fechando os horizontes do ser humano, desviando-o de sua tarefa de se desenvolver e beneficiar tudo na Criação.

Estamos carentes de liderança sábia e séria. Como alcançar isso? Na economia continuamos atados aos produtos primários. Há um forte apelo aos importados, mas falta capacitação para diversificar as exportações. Constrangedor é o baixo preparo da população e a insuficiência de infraestrutura. Como chegamos a esse estado de precariedades?

Desde criança, já nas primeiras horas do dia somos bombardeados com altas doses de desencorajamento. Assim, logo começamos a pensar negativamente, sem analisar nem refletir sobre o sentido da vida. A forma negativa de pensar entorta a nossa vida, fazendo-nos crer que nascemos para sofrer. Alegremente temos de definir nossas metas, pensar sobre elas em vez de deixar o pensamento se dispersar inutilmente.

Temos de compreender as leis da Criação e utilizá-las a nosso favor sem contrariá-las. O nosso querer e o nosso pensamento movimentam energia cósmica. Vamos utilizá-los no sentido correto. Vamos pensar no Brasil tão pacífico quanto o queremos, com reais oportunidades para evoluirmos e tornar a vida tão majestosa como deve ser.

Atualmente há prenúncios de grandes mudanças nos relacionamentos econômicos entre as nações. Quem se detém sobre isso para examinar as consequências que virão? Para manter a paz e o progresso é necessário que haja equilíbrio nas contas entre os países, na produção, nos empregos, no comércio externo. Enquanto prevalecer a ideia de que para o ganho e benefício de uns, outros devem perder, conservar a paz será como andar na corda bamba, pois a qualquer momento estará sujeita a cair. Fomos hospedados neste maravilhoso planeta para alcançarmos o desenvolvimento e agir de forma construtiva e benéfica. Precisamos de entusiasmo e da força dos pensamentos de igual espécie para alcançarmos o bem.

Neste momento difícil, nós todos necessitamos de palavras amigas e sinceras para o mútuo fortalecimento e alegria. Cada pessoa pode decidir se quer viver na penumbra, semeando insatisfação e revolta, ou na Luz irradiante da alegria pelo dom da vida, agradecendo por tudo que recebeu, capacitando-se para o progresso continuado para que a esperança em um novo dia de progresso e contentamento se torne realidade.



Benedicto Ismael Camargo Dutra é graduado pela Faculdade de Economia e Administração da USP, faz parte do Conselho de Administração do Prodigy Berrini Grand Hotel e é associado ao Rotary Club de São Paulo. É articulista colaborador de jornais e realiza palestras sobre temas ligados à qualidade de vida. É também coordenador dos sites www.vidaeaprendizado.com.br e www.library.com.br, e autor dos livros: “Nola – o manuscrito que abalou o mundo”;“2012...e depois?”;“Desenvolvimento Humano”; “O Homem Sábio e os Jovens” ,“A trajetória do ser humano na Terra – em busca da verdade e da felicidade”; e “O segredo de Darwin - Uma aventura em busca da origem da vida”(Madras Editora). E-mail: bicdutra@library.com.br; Twitter: @bidutra7
Comentários:


Jeury Suárez (jeury.suarez@hotmail.com) comentou em 25/07/2014 - 12:07:06

Bons pensamentos são essenciais para viver bem e para proporcionar alegria nas pessoas que nos rodeiam. Mas no caso da "intuição", eu já li na Obra que o SENHOR ABDRUSCHIN deixou na terra para os seres humanos, "NA LUZ DA VERDADE", que a nossa intuição está bem atrofiada, será que um dia com esforço para as coisas boas e nobres eu poderei escutar a minha intuição nitidamente?

Os comentários não representam a opinião do site Vidaeaprendizado, a responsabilidade é do autor da mensagem.
Enviar um Comentário:

Nome:
Email:
  Publicar meu email
Comentário:
Digite o texto que
aparece na imagem:

Vida e Aprendizado 2011.
Reproduçao total ou parcial do conteúdo deste site deverá mencionar a fonte.