RSS
 

UM MUNDO MELHOR É POSSÍVEL

Benedicto Ismael C. Dutra
03/12/2008



Mas enfim, qual é o significado da vida? São poucos os que, realmente, têm alguma idéia coerente sobre o significado dela, pois quase tudo se acha envolto por véus encobridores da realidade, e das intenções ocultas.

O que pensam da vida os jovens? O que pensam os adultos? Os idosos muitas vezes falam com amargura, que é tudo ilusão, que a vida é dura e com a morte tudo se acaba. Mostram insatisfação e falta de esperança. Mas por que a vida está assim difícil?

Muitas vezes quando alguém tenta explicar a vida como ela é, logo se sente emparedado, é como se o mundo não quisesse conhecer a verdade, então, de todos os lados as portas se fecham, porque as pessoas não querem se desfazer de suas ilusões. Conhecer o significado da vida, saber por que se encontra na Terra, é um dever do ser humano. Mas quem se ocupa seriamente com isso?

Devemos conhecer o significado da vida e sonhar sonhos realizáveis. A paz é possível, a convivência harmoniosa é possível, mas por que tantos desencontros entre as pessoas e entre os povos?

Lidar com pessoas requer muitos cuidados e vigilância. Se você tem algum problema com uma casa velha, você pode ir quebrando e refazendo, trocando e desprezando as peças velhas, e a casa fica ajeitada. Mas com pessoas é mais complexo para se consertar o que se rompeu ao longo do tempo, seja no trabalho, no lar, ou nos relacionamentos. Pessoas não são coisas, são seres humanos que deveriam alcançar a evolução e por isso mesmo uns não podem abusar dos outros. Quando isso acontece, fatalmente alguém sofrerá. É sempre indispensável observar o efeito de nossa atuação sobre as pessoas, bem como no lado que nos fica invisível, na parte mais fina da matéria, onde se processa o tecer do destino dos indivíduos e dos povos em decorrência da atuação dos seres humanos.

Desde longa data os seres humanos se afastaram da vida real. Atualmente o que se acredita sobre o significado da vida está totalmente distorcido. Os seres humanos acham que a vida é aquilo que foi desenvolvido em sua imaginação sem base real.

Estamos atingindo um ponto de super maturação, e o que se torna evidente são os desequilíbrios provocados pela espécie humana, justamente ela que deveria ter enobrecido e prosseguido na obra de beneficiar e embelezar o planeta com a sua atividade.

Basta olhar para os filmes. Eles retratam a vida dos seres humanos em toda a sua vacuidade, em toda a sua maldade. São poucas as pessoas que ainda conservam uma sincera consideração ao próximo. Muitos escondem as suas reais intenções. Outros não se envergonham em agir bestialmente, como nos exemplos apresentados no filme Menina de Ouro (Million Dollar Baby), de Clint Eastwood. Assim a vida vai assumindo contornos de muita desagradabilidade, pois são poucas as formas de bons pensamentos.

No maravilhoso planeta Terra, a vida dos seres humanos se passa como se fosse num ringue onde ocorrem muitos golpes baixos. Aqueles que se servem de golpes baixos, não querem aceitar a justiça maior, julgando-se mais espertos que os demais, no entanto a colheita do que semearmos é incontornável.

Em meio a tantas informações supérfluas pouco se fala das questões realmente importantes para a vida. Bombardeadas por informações inúteis e imagens negativas, as pessoas caem numa apatia paralisante sem se aperceberem que a vida contém muito mais amplitude, e que há muitas coisas para serem feitas no sentido de embelezar e alegrar o mundo.

Em meio a aceleração dos acontecimentos, as pessoas acabam esquecendo que sempre será possível introduzir algo melhor, que dê mais qualidade à vida e aos seres humanos. Ao invés disso, o que se fortalece é a sensação de que a vida está passando muito rapidamente, aumentando a intranquilidade interior. Então o corpo padece, porém não abusar dele de modo insensato.

É preciso resistir com coragem e serenidade. É preciso encontrar atividades que nos alegrem, seja escrevendo, estudando, ouvindo músicas, encontrando pessoas amigas. Fazer o que deve ser feito com alegria e contentamento, pois ficar gerando formas de agressividade e revolta apenas tornam as coisas mais difíceis.

Mas, ao invés de adquirirmos atitudes mais adequadas, estamos sempre sendo bombardeados com idéias mediocrizantes que mantêm as atitudes individuais e coletivas distanciadas das leis da Criação. As pessoas estão perdendo o senso da beleza e da naturalidade, agindo em oposição àquilo que deveria ser efetivado para a conservação da harmonia.

A intuição quer mostrar o certo, indicar as atitudes corretas, mas o raciocínio está contaminado por muitas informações deturpadas e imaginações fantasiosas, que o indivíduo acaba agindo em oposição ao que seria lógico e natural, atraindo desgraças para si e para os que o rodeiam.

Se os seres humanos conhecessem a vida como ela é, tudo seria diferente, mais leve, melhor, mais pacífico e harmônico, não haveria todo esse sofrimento decorrente dos caminhos errados. Haveria melhor entendimento entre as pessoas porque o sentimento conciliador sempre estaria presente. Mantendo no íntimo o sincero desejar do bem para o próximo e inconscientemente cada um favorecerá o outro. E isso também é imprescindível nos relacionamentos entre homens e mulheres, para que eles se complementem de fato, e, fortalecidos, construam um mundo melhor. Estamos vivendo numa época muito difícil. Contudo, temos que buscar a alegria e a simplicidade presentes na natureza.



Benedicto Ismael Camargo Dutra é graduado pela Faculdade de Economia e Administração da USP, faz parte do Conselho de Administração do Prodigy Berrini Grand Hotel e é associado ao Rotary Club de São Paulo. É articulista colaborador de jornais e realiza palestras sobre temas ligados à qualidade de vida. É também coordenador dos sites www.vidaeaprendizado.com.br e www.library.com.br, e autor dos livros: “Nola – o manuscrito que abalou o mundo”, “O segredo de Darwin”,“2012...e depois?”;“Desenvolvimento Humano”; “O Homem Sábio e os Jovens” e “A trajetória do ser humano na Terra – em busca da verdade e da felicidade (Madras Editora)”. E-mail: bicdutra@library.com.br; Twitter: @bidutra7
Comentários:


sidimel (sidimel@hotmail.com) comentou em 18/06/2012 - 17:06:23

e uma coisa linda

Os comentários não representam a opinião do site Vidaeaprendizado, a responsabilidade é do autor da mensagem.
Enviar um Comentário:

Nome:
Email:
  Publicar meu email
Comentário:
Digite o texto que
aparece na imagem:

Vida e Aprendizado 2011.
Reproduçao total ou parcial do conteúdo deste site deverá mencionar a fonte.