RSS
 

CUBA E BRASIL

Benedicto Ismael C. Dutra
10/01/2015



A vida está apresentando muitas tristezas e sofrimentos porque as pessoas criaram ilusões e fantasias, se afastando do verdadeiro amor, deixando a raiva e o ódio crescerem. As pessoas não se comovem mais com o sofrimento dos outros, pois se fecharam para a misericórdia. Em oposição ao amor auxiliador, surgiram o medo e seu descendente, o ódio. O medo tem sido fortalecido por diversas maneiras, sendo a ignorância a sua causa principal. A liberdade pessoal requer o fortalecimento do cérebro, do raciocínio e o da intuição simultaneamente.

Pesquisa do IBGE revelou que, em 2013, no Brasil, havia 2,1 milhões de lares e 7,2 milhões de pessoas sem ter o que comer todos os dias. A televisão, um bem quase universal no país, estava presente em mais de 80% dos domicílios. Mesmo nas famílias em situação de fome, sua presença aumentou: era de 86% em 2009 e foi para 88,4% em 2013, representando alta de 2,4%.

Atualmente ainda é grande o número de lares com TVs, mas com poucos alimentos. O grande circo poderia ensinar a produzir o pão, estimulando os jovens a produzir alimentos de qualidade como nas hortas comunitárias da Suíça e Canadá. As autoridades só procuram soluções complicadas e caras. Com tanta terra e recursos naturais, por que deixar que muitas pessoas se amontoem nas favelas? Falta um plano de longo prazo para reduzir a miséria material e a pobreza mental.

O desembargador Siro Darlan Oliveira relata a situação de Cuba que nos deixa inferiorizados em relação às ameaças de fome e violência que estamos enfrentando. Segundo artigo dele publicado no Jornal do Brasil:

"O povo cubano tem uma alma sofrida, mas orgulhosa e vibrante. Apesar disso, a cidade é limpa, não há lixo nas ruas, mesmo sendo mal conservadas, resultado de uma sociedade educada e civilizada. Não há analfabetos. Cuba é o primeiro país das Américas a erradicar o analfabetismo. Todas as crianças e jovens estão nas escolas, em todos os níveis. Há faculdades espalhadas por todos os cantos da cidade. Cada família cubana recebe sua cota de alimentação mensal. É insuficiente, mas ninguém passa fome. Cuba não tem drogas. A posse, o uso e a venda de drogas são punidos com penas gravíssimas e perda de todo o patrimônio, inclusive a casa onde vivem os traficantes."

Fidel Castro causou forte impacto nas gerações de sua época levantando a bandeira do progresso compartilhado num mundo repleto de injustiças, insurgindo-se contra a dominação econômica e adotando o socialismo. Mas como muitos líderes, se deixou levar pela mania de grandeza, provocando o isolamento da população, o que manteve Cuba estagnada, mas coesa, apesar das fortes restrições que o regime impõe, tolhendo a liberdade individual dos cidadãos.

Após mais de cinquenta anos de isolamento, o reatamento de relações amistosas, proposto pelo presidente dos EUA, Barak Obama, pode estar ocorrendo no oportunismo de bloquear avanços Rússia-China. O Brasil que se cuide. Não dá para se associar a esses grupos que visam satisfazer a seus próprios interesses, sem se preocuparem com a sorte dos demais. Já tivemos experiência com os EUA, que bem ou mal respeitam os acordos. No entanto, poucos benefícios foram obtidos. Permanecemos um país atrasado, que sempre tem de recomeçar do zero em face da incompetência e falta de amor de seus dirigentes.

No século 21 estão se tornando evidentes os efeitos da falta de consideração e solidariedade, que se revelam no aumento da miséria pelo mundo. Chegamos ao limite do embrutecimento, pois não há conscientização e bom preparo da população para que saiamos do marasmo e alcancemos a progressiva evolução humana de forma continuada. Por toda parte falta o desenvolvimento humano.

O Brasil precisa estabelecer parcerias comerciais, tecnológicas e educacionais com equilíbrio e ficar atento à dominação financeira e cultural imposta. Os diferentes povos existem para evoluir um ao lado do outro, não dominados e sem livre resolução. Todos precisam da paz e solidariedade para evoluir, reconhecendo e observando as leis naturais da Criação!




Benedicto Ismael Camargo Dutra é graduado pela Faculdade de Economia e Administração da USP, faz parte do Conselho de Administração do Prodigy Berrini Grand Hotel e é associado ao Rotary Club de São Paulo. É articulista colaborador de jornais e realiza palestras sobre temas ligados à qualidade de vida. É também coordenador dos sites www.vidaeaprendizado.com.br e www.library.com.br, e autor dos livros: “Nola – o manuscrito que abalou o mundo”, “O segredo de Darwin”,“2012...e depois?”;“Desenvolvimento Humano”; “O Homem Sábio e os Jovens” e “A trajetória do ser humano na Terra – em busca da verdade e da felicidade (Madras Editora)”. E-mail: bicdutra@library.com.br; Twitter: @bidutra7
Enviar um Comentário:

Nome:
Email:
  Publicar meu email
Comentário:
Digite o texto que
aparece na imagem:

Vida e Aprendizado 2011.
Reproduçao total ou parcial do conteúdo deste site deverá mencionar a fonte.