RSS
 

TRABALHO ESCOLAR – AUTOAPRIMORAMENTO

Benedicto Ismael C. Dutra
05/10/2015



Em análise o artigo: ANÔMOLA SITUAÇÃO DE DEPENDÊNCIA, de autoria de Benedicto Ismael C. Dutra.

Escola: E.E. Gloria Aparecida Rosa Viana
Professor: Edson da Cruz Maria
 



Aluna: Camila Pereira do Nascimento
Classe: 3º A
Período: noturno
Ensino: médio

Hoje em dia realmente o mundo está caótico, com muita desigualdade. Mas isso é o reflexo da “humanidade”, se é assim que podemos chamar. Cada um só se preocupa com si próprio e riqueza, como se fossem imortais.

Enquanto todos continuarem assim a tendência é piorar, não adianta reclamar e não mudar de atitude.

Tudo que fazemos de bem recebemos em dobro e dessa mesma maneira acontece quando praticamos coisas erradas, então fica cada vez mais difícil reparar o erro e recomeçar do zero.

Para termos um mundo melhor seria precisa união entre todos, acabar com a guerra e miséria. Tentar fazer sempre o bem ao próximo sem querer recompensa.

 

Aluna: Carolina Cristina M. de Oliveira
Classe: 3º A
Período: noturno
Ensino: médio

No mundo atual há muitas pessoas que estão “acorrentadas” a alguma coisa ou pessoas.

Estão sendo escravizadas e não sabem como lidar com isso. Com tudo que esta acontecendo no país, as pessoas não estão prestando atenção no que estão oferecendo a elas e acabam ficando “presa” naquilo. O Brasil precisa mudar e a mudança cabe a cada um de nós.

 

Aluna: Krislaine Moreira Bonfim
Classe: 3º A
Período: noturno
Ensino: médio

As pessoas não questionam, não dão opinião e nem vão à procura da razão. Por esses motivos nós estamos perdendo a moral e o poder na sociedade, mas também por falta de esforço e de vontade.

Sim, somos capazes de progredir e mudar, pois somos racionais, podemos findar o espírito da desigualdade e com nossas vocações podemos causar grandes resultados, pois somos a voz da liberdade.

E com nossos atos de vontade o respectivo processo de educação não pode ser praticado como de costume.

Hoje sofremos com a economia e com falta de emprego. Esse fato prejudica a sociedade e a vida de muitas famílias. Isso será só o começo se continuarmos calados por medo.

Seja você mesmo encare a vida de frente. Porque uma opinião distorcida pode tirar o prestígio de muitas pessoas.

 

Aluno: Diego Vieira
Classe: 2º C
Período: noturno
Ensino: médio

Eu acho que todos têm que ter bom censo para se ter paz e uma melhor convivência entre nos seres humanos.

Não temos que ser uns contra os outros e restabelecer a nossa união para ter que ser paciente para pensar com clareza o ser humano se deixa moldar como objeto e se colocam uns acima dos outros perdendo a capacidade de perceber mundo com mais discernimento.

 

Aluno: Elias Borges da Silva
Classe: 2º C
Período: noturno
Ensino: médio

Muitos de nós dependemos do que acreditamos, mas o que acreditamos está longe, assim aceitamos o que vivemos, porque é o que nos resta nesta vida, trabalhamos para sobreviver, porque isso é passageiro, as coisas podem piorar ou melhorar, mas isso depende da gente, temos que mudar para vivermos e não sobreviver nesta vida.

 

Aluno: Luana Aparecida Costa Batista
Classe: 2º C
Período: noturno
Ensino: médio

Eu me senti fraca sem poder para seguir meus sonhos, mas é a realidade, eu não vou aceitar ser submissa ou algo parecido, vou conquistar tudo o que quero, mas vai ser difícil conseguir, mas vou tentar.

 

Aluna: Sarah Silva Pinto
Classe: 2º C
Período: noturno
Ensino: médio

Há muitas pessoas possessivas e controladoras, as pessoas submissas buscam independência. E isso é mais um dos motivos do Brasil estar com esta. A diferença entre desigualdade e justiça social.

 

Aluno: Wesley Guimarães Costa
Classe: 2º C
Período: noturno
Ensino: médio

O interessante do texto é que ele é muito espiritual e dá esclarecimento sobre espiritualidade despertando esperança nas pessoas.

 

Aluno: David Andrade de Souza
Classe: 2º C
Período: noturno
Ensino: médio

Gostei muito da visão que o autor me passou, e tudo o que ele disse infelizmente é verdade, pessoas esbanjam bens materiais, luxo, riqueza, enquanto pessoas estão desabrigadas, desempregadas ou passando fome. Quem tem o poder, rouba do pouco de quem não tem quase nada, isso gera uma revolta e até certo desânimo, mais como tomar uma posição sobre isso? Talvez mudando como seres humanos, não esperando que os maiorais mudem, e sim mudando-nos mesmos.

A mudança tem que vir de dentro, sempre melhorando, como, pais, filhos, tios, etc. Apoiando uns aos outros e não querendo pisar no próximo para subir um degrau na vida, isso se chama egoísmo e por estarmos rodeadas de pessoas assim, acontece o que acontece hoje em dia.

 

Aluno: Tiago de Jesus Freitas
Classe: 2º C
Período: noturno
Ensino: médio

A desigualdade entre os seres humanos não é de hoje, um exemplo disto é a escravidão. Escravizar pessoas pela cor e para ter seus prazeres supridos é um verdadeiro descaso com o próximo e uma falta de compaixão extrema, e aquele que viver acomodado só resta despertar em si mesmo.

 

Aluna: Taiani de Souza dos Santos
Classe: 2º C
Período: noturno
Ensino: médio

Temos que trabalhar para nos alimentar e nos alimentar para viver. Pois assim é a lei da vida, mas não serve para todos muitos são tratados com indiferença, por causa da sua religião ou até mesmo pela sua cor de pele.

 

Aluno: William Douglas dos Santos Silva
Classe: 2º C
Período: noturno
Ensino: médio

Eu entendi que hoje em dia o bem material é mais importante do que a fé religiosa. Tem gente que não acredita na vida após a morte, e que o bem material não traz felicidade, felicidade não se compra se cria e a mesma coisa com a fé.

 

Aluna: Beatriz Mayara Silva Pereira
Classe: 2º C
Período: noturno
Ensino: médio

Os seres humanos são muito desiguais, só pensam em seu benefício próprio. E muitos se tornam obedientes devido à própria indolência, se sujeitam a trabalhar por horas, sem reclamar e receber um salário mínimo para poder viver com aquilo.

E os governantes só pensam neles próprios e em seus familiares. Não fazem nada para melhorar o país. Tem muita coisa que poderia ser resolvida com boa vontade e planejamento, no entanto não se importam em resolver os problemas.




Benedicto Ismael Camargo Dutra é graduado pela Faculdade de Economia e Administração da USP, faz parte do Conselho de Administração do Prodigy Berrini Grand Hotel e é associado ao Rotary Club de São Paulo. É articulista colaborador de jornais e realiza palestras sobre temas ligados à qualidade de vida. É também coordenador dos sites www.vidaeaprendizado.com.br e www.library.com.br, e autor dos livros: “Nola – o manuscrito que abalou o mundo”, “O segredo de Darwin”,“2012...e depois?”;“Desenvolvimento Humano”; “O Homem Sábio e os Jovens” e “A trajetória do ser humano na Terra – em busca da verdade e da felicidade (Madras Editora)”. E-mail: bicdutra@library.com.br; Twitter: @bidutra7
Enviar um Comentário:

Nome:
Email:
  Publicar meu email
Comentário:
Digite o texto que
aparece na imagem:

Vida e Aprendizado 2011.
Reproduçao total ou parcial do conteúdo deste site deverá mencionar a fonte.