RSS
 

O contador

Benedicto Ismael C. Dutra
24/10/2016



O filme O Contador apresenta a história de uma pessoa que além de ter nascido com autismo, transtorno que geralmente aparece nos três primeiros anos de vida, comprometendo as habilidades de comunicação e interação social, também teve uma infância atribulada. Christian Wolff, interpretado por Ben Affleck, que também dirige o filme, teve um pai que não concordou que seu filho, portador da Síndrome de Savant (apresenta maior afinidade com números do que com pessoas), ficasse internado numa clínica especial para crianças especiais. Em vez disso, preferiu ele mesmo preparar o filho para a vida com rigor e disciplina diante do mundo de aspereza que os rodeava, colocando-o diante de situações complexas para que se fortalecesse. Desde cedo Christian foi sendo preparado para ser um lutador com vontade forte, embora não tivesse conseguido vencer a barreira que o mantinha afastado do convívio social. Assim foi ganhando força e habilidades para a própria defesa e para enfrentar as adversidades e pessoas hostis.
 
Em geral, os seres humanos utilizam no máximo 10% da capacidade cerebral e raramente conseguem se comunicar com o eu interior. Christian, em seu isolamento, foi aprimorando o uso das capacitações do cérebro e mesmo com alguma dificuldade, era sensível aos apelos do eu interior. Embora agisse com absoluta frieza, ele se dedicava com afinco ao seu trabalho de auditoria financeira para organizações criminosas aptas a pagar seu preço, visando, com isso, acumular riqueza para garantir sua independência e fazer doações para pesquisas voltadas à cura e tratamento de crianças portadoras da mesma doença.

O filme vai passando de uma situação para outra sem conexão clara, mas aos poucos a trama vai sendo entendida; um método ousado que precisa ser melhorado. No geral, Christian é forte e independente, agindo com seu peculiar senso de justiça. Apesar de sua diferença, ou por causa dela, ele não se deixou acomodar como o fazem muitas pessoas que, apesar de não apresentarem nenhuma alteração física ou mental, não se esforçam para impulsionar a força de vontade para aplicar o seu potencial na conquista de suas metas e realização dos sonhos. 



Benedicto Ismael Camargo Dutra é graduado pela Faculdade de Economia e Administração da USP, faz parte do Conselho de Administração do Prodigy Berrini Grand Hotel e é associado ao Rotary Club de São Paulo. É articulista colaborador de jornais e realiza palestras sobre temas ligados à qualidade de vida. É também coordenador dos sites www.vidaeaprendizado.com.br e www.library.com.br, e autor dos livros: “Nola – o manuscrito que abalou o mundo”, “O segredo de Darwin”,“2012...e depois?”;“Desenvolvimento Humano”; “O Homem Sábio e os Jovens” e “A trajetória do ser humano na Terra – em busca da verdade e da felicidade (Madras Editora)”. E-mail: bicdutra@library.com.br; Twitter: @bidutra7
Enviar um Comentário:

Nome:
Email:
  Publicar meu email
Comentário:
Digite o texto que
aparece na imagem:

Vida e Aprendizado 2011.
Reproduçao total ou parcial do conteúdo deste site deverá mencionar a fonte.