RSS
 

HÁBITO DA LEITURA

Benedicto Ismael C. Dutra
03/12/2008



No mundo inteiro o está caindo o número de leitores de livros. As gerações mais jovens estão perdendo definitivamente o contato com o potencial que os livros têm oferecido ao longo dos últimos séculos da civilização humana.

O hábito da leitura ativa é essencial ao país. À medida que um número maior de pessoas deixa de apresentar essa capacidade, a nação vai se tornando menos informada, menos ativa e menos independente em termos culturais. Essas não são qualidades que uma sociedade livre, inovadora ou produtiva pode jogar fora.

Quando estamos lendo, estamos percorrendo o texto com os olhos, transportando-nos para onde as palavras levam. Estamos decifrando e interpretando o sentido do texto, ampliando a visão e o conhecimento. A leitura propicia o desenvolvimento de modelos mentais de comportamento de forma mais consciente, em que vamos conversando com o eu interior e ajustando segundo nosso modo de ser.

Para ler adequadamente é necessária a boa alfabetização, o desenvolvimento mental e o crescimento do eu interior. Se o eu interior não for suficientemente forte, as pessoas preferem a cultura visual que é mais cômoda, exigindo pouco esforço, no entanto fica sujeita aos efeitos, pois as imagens penetram profundamente formando modelos mentais sem que haja nítida consciência. Então fica fácil perceber que o declínio da leitura de livros e o correspondente aumento da cultura de imagens, decorre da indolência mental e traz como consequência o aumento da mesma e a maior sujeição aos condicionamentos. Mas com o crescer da indolência do eu interior e do embotamento mental, o próprio visual precisa se tornar cada vez mais agressivo e impactante para prender a atenção das novas gerações que sofrem da síndrome da dispersão do pensamento. Os vídeos clips têm dado boa dose de contribuição para a redução do chamado tempo de atenção dos espectadores.

Se a cultura visual está dominando o planeta, temos de aprimorá-la, para que possa substituir pelo menos parcialmente os efeitos positivos da leitura, fornecendo modelos mentais que favoreçam a coragem, o desprendimento, a confiança de que um futuro melhor é possível.

Estamos perdendo a criatividade, a cultura, a originalidade. O comportamento humano se vai padronizando como se fossemos robôs que agem mecanicamente em função dos estímulos recebidos, geralmente marcados pela aspereza e brutalidade que dominam a mente através de um temor inconsciente, fazendo-nos olhar sempre para baixo, sem alegria nem esperança.

Se quisermos assegurar a preservação da civilização humana, com êxito na produção dos bens necessários e na coexistência pacífica entre os povos do planeta, a educação deve ser a prioridade número um. O sistema de ensino básico na escola primária e secundária, é de fundamental importância para o tipo da formação do ser humano do futuro. Não podemos esquecer a poesia, a música de qualidade artística e o contato com a natureza, para que a intuição possa ser permanentemente fortalecida.

Temos que desenvolver um plano que inclua a leitura no cardápio diário das atividades das novas gerações através dos pais, dos professores e da televisão. Se não utilizarmos o meio visual para fortalecer a utilização da narrativa literária, ela tenderá a desaparecer. Num mundo em transformação não podemos esquecer de nutrir a alma, fortalecendo a essência espiritual da qual os cientistas e os executivos e a população em geral não podem continuar apartados, se desejarem manter a condição de ser humano.



Benedicto Ismael Camargo Dutra é graduado pela Faculdade de Economia e Administração da USP, faz parte do Conselho de Administração do Prodigy Berrini Grand Hotel e é associado ao Rotary Club de São Paulo. É articulista colaborador de jornais e realiza palestras sobre temas ligados à qualidade de vida. É também coordenador dos sites www.vidaeaprendizado.com.br e www.library.com.br, e autor dos livros: “Nola – o manuscrito que abalou o mundo”;“2012...e depois?”;“Desenvolvimento Humano”; “O Homem Sábio e os Jovens” ,“A trajetória do ser humano na Terra – em busca da verdade e da felicidade”; e “O segredo de Darwin - Uma aventura em busca da origem da vida”(Madras Editora). E-mail: bicdutra@library.com.br; Twitter: @bidutra7
Enviar um Comentário:

Nome:
Email:
  Publicar meu email
Comentário:
Digite o texto que
aparece na imagem:

Vida e Aprendizado 2011.
Reproduçao total ou parcial do conteúdo deste site deverá mencionar a fonte.