RSS
 

Líderes sábios

Benedicto Ismael C. Dutra
24/07/2017



Os líderes, não importa qual organização comandem, assumem um papel de grande importância sobre os seus liderados. São capazes de exercer grande influência sobre a sociedade, o ambiente e a comunidade onde atuam.A lei da atração da igual espécie atua poderosamente. Como disse Goethe, “uma grande pessoa atrai grandes pessoas e sabe mantê-las unidas”.
 
O líder sempre é assaltado por todos os lados. Alguns querem conquistá-lo com bravura, outros com eloquência, alguns com lisonjas, outros com esperteza, outros ainda satisfazendo seus desejos. O líder não pode baixar a guarda para evitar cometer erros danosos; tem de ser modesto e comedido, controlando seu temperamento para evitar decisões erradas ou injustas que acarretam a perda da confiança de seu povo, o que pode gerar consequências desastrosas para o seu governo. Grandes realizações requerem modéstia. 
 
O líder é para seus liderados um modelo a ser seguido, devendo inspirar admiração, estima e segurança no seu espírito de justiça e imparcialidade, pois sem isso será difícil manter o povo unido. Ele também precisa saber reunir os talentos. “Um líder esclarecido emprega o sábio, dando plena liberdade à sua sapiência para que nunca falte, a ele mesmo, a sabedoria: ele emprega o talentoso, dando plena liberdade aos seus talentos, para que nunca lhe falte, a ele mesmo, talentos”. (Han Feizi)
 
O líder esclarecido não desperdiça recursos humanos. Ele não passa por cima das qualidades de um homem por causa de algumas falhas nem esquece os méritos de um homem por causa de alguns defeitos de menor importância. Um líder judicioso sabe julgar as pessoas e fazer bom uso de suas capacidades. Não usa homens de grande capacidade para tarefas menores, não usa homens de pouca capacidade para tarefas importantes e complexas.
 
O líder esclarecido ouve aqueles que lhe dão conselhos sensatos, e que ao perceberem os problemas que estão por surgir, indicam medidas antecipadas de preservação. Essas pessoas não vacilam em corrigir prontamente seus enganos; não lisonjeiam e ousam contestar os equívocos do líder. 
 
Os líderes devem ter a capacidade intuitiva de avaliar as pessoas, seus talentos e dons, sem ter ciúmes das qualidades alheias, mas incentivando o seu potencial. Formam equipes combinando talentos e pontos fortes que compensem eventuais deficiências. O mundo precisa de líderes sábios para construções benéficas e duradouras, líderes empenhados em tornar humanos em seres humanos de fato.
 
(Baseado no livro O Guia do Líder, de Chinghua Tang, focalizando a dinastia Tang Taizong, uma das mais longas na história chinesa (618-907) e considerada a época de ouro da China).
 
 



Benedicto Ismael Camargo Dutra é graduado pela Faculdade de Economia e Administração da USP, faz parte do Conselho de Administração do Prodigy Berrini Grand Hotel e é associado ao Rotary Club de São Paulo. É articulista colaborador de jornais e realiza palestras sobre temas ligados à qualidade de vida. É também coordenador dos sites www.vidaeaprendizado.com.br e www.library.com.br, e autor dos livros: “Nola – o manuscrito que abalou o mundo”;“2012...e depois?”;“Desenvolvimento Humano”; “O Homem Sábio e os Jovens” ,“A trajetória do ser humano na Terra – em busca da verdade e da felicidade”; e “O segredo de Darwin - Uma aventura em busca da origem da vida”(Madras Editora). E-mail: bicdutra@library.com.br; Twitter: @bidutra7
Comentários:


Sergio Levy (consulsergiolevy@gmail.com) comentou em 27/07/2017 - 19:07:01

Mais uma pérola a ser cultivada para os desejosos de ampliar sua performance.

Os comentários não representam a opinião do site Vidaeaprendizado, a responsabilidade é do autor da mensagem.
Enviar um Comentário:

Nome:
Email:
  Publicar meu email
Comentário:
Digite o texto que
aparece na imagem:

Vida e Aprendizado 2011.
Reproduçao total ou parcial do conteúdo deste site deverá mencionar a fonte.