RSS
 

Três anúncios para um crime

Benedicto Ismael C. Dutra
06/03/2018



 “Três anúncios para um crime” é um filme forte. Embora abuse um pouco do dramalhão, reúne a variedade de problemas que afligem a humanidade, mostrando a realidade da vida vazia do século 21, em que as pessoas vão levando uma vidinha carregada de tolices sem um alvo mais condizente com a espécie dita humana. A sofrida Mildred (Frances McDormand), inconformada com a trágica morte de sua filha adolescente, queria justiça. Apesar de ter uma família despedaçada na qual havia pouca consideração mútua, ela trava uma batalha com a polícia da pequena cidade onde vive, colocando cartazes reclamando por ação para punir os responsáveis.

No filme, as coisas se passam exatamente como se desenrola atualmente o relacionamento entre indivíduos, empresas, governos e povos, frio e sem calor humano. Ninguém se dispõe a ouvir a intuição, a voz interior, e lançar um olhar mais atento para ver o que está se passando e para onde a humanidade está caminhando.
 



Benedicto Ismael Camargo Dutra é graduado pela Faculdade de Economia e Administração da USP, faz parte do Conselho de Administração do Prodigy Berrini Grand Hotel e é associado ao Rotary Club de São Paulo. É articulista colaborador de jornais e realiza palestras sobre temas ligados à qualidade de vida. É também coordenador dos sites www.vidaeaprendizado.com.br e www.library.com.br, e autor dos livros: “Nola – o manuscrito que abalou o mundo”;“2012...e depois?”;“Desenvolvimento Humano”; “O Homem Sábio e os Jovens” ,“A trajetória do ser humano na Terra – em busca da verdade e da felicidade”; e “O segredo de Darwin - Uma aventura em busca da origem da vida”(Madras Editora). E-mail: bicdutra@library.com.br; Twitter: @bidutra7
Enviar um Comentário:

Nome:
Email:
  Publicar meu email
Comentário:
Digite o texto que
aparece na imagem:

Vida e Aprendizado 2011.
Reproduçao total ou parcial do conteúdo deste site deverá mencionar a fonte.