RSS
 

SEJA VOCÊ MESMO

Benedicto Ismael C. Dutra
06/05/2010



Sempre que tenho oportunidade, tenho falado da importância de estabelecermos propósitos para nossa vida, pois quando não fazemos isso, corremos o risco de sermos mais facilmente influenciados pelos interesses alheios.
 
Todos compreendem que formamos um conjunto de três partes: o corpo, a mente e a alma. O corpo nos permite atuar no ambiente. A mente deve ser usada para o exame e análises, possibilitando planejarmos nossa ação para alcançarmos nossos objetivos. E a alma? Ela é o que temos de mais importante, pois nos põe em contato com tudo que está além de nossa capacidade de percepção através dos sentidos. Ela é quem transmite a verdadeira expressão de nosso querer para nos direcionar para as necessárias vivências para o nosso desenvolvimento.
 
O elo de ligação entre a vontade da alma e o cérebro ou mente, é o cerebelo, que acabou sendo esquecido pela ciência e, consequentemente, pela humanidade em geral. É ele que nos põe em contato com a nossa consciência.
 
Lamentavelmente, temos dado importância apenas à parte frontal do cérebro, o que acabou enfraquecendo a parte posterior. Se olharmos para uma imagem do cérebro, veremos a parte frontal bem crescida, enquanto, abaixo, o cerebelo permaneceu pequenino.
 
E é o cerebelo que dita nossa vontade, que deve ser posta em movimento para não ficarmos expostos aos interesses e desejos de terceiros. O fortalecimento de cada indivíduo depende disso para que não seja transformado em mero produto descartável e sem valor próprio.
 
Quando uma pessoa se droga, por exemplo, sente-se momentaneamente poderosa, porque o seu cérebro fica totalmente livre, desconectado da alma, e por isso em condições de cometer as maiores atrocidades sem qualquer sentimento de responsabilidade. É o ser humano que perde a sua qualidade essencial por permitir que seu cérebro aja livremente, sem qualquer preocupação com as consequências de seus atos.
 
Sem a participação da alma, estamos construindo um mundo frio e perturbador, que agora, nos limites críticos, começa a mostrar os efeitos indesejáveis das ações desprovidas de humanidade. A grande finalidade da vida é buscarmos a evolução integral. Só assim seremos capazes de construir um mundo melhor.



Benedicto Ismael Camargo Dutra é graduado pela Faculdade de Economia e Administração da USP, faz parte do Conselho de Administração do Prodigy Berrini Grand Hotel e é associado ao Rotary Club de São Paulo. É articulista colaborador de jornais e realiza palestras sobre temas ligados à qualidade de vida. É também coordenador dos sites www.vidaeaprendizado.com.br e www.library.com.br, e autor dos livros: “Nola – o manuscrito que abalou o mundo”, “O segredo de Darwin”,“2012...e depois?”;“Desenvolvimento Humano”; “O Homem Sábio e os Jovens” e “A trajetória do ser humano na Terra – em busca da verdade e da felicidade (Madras Editora)”. E-mail: bicdutra@library.com.br; Twitter: @bidutra7
Enviar um Comentário:

Nome:
Email:
  Publicar meu email
Comentário:
Digite o texto que
aparece na imagem:

Vida e Aprendizado 2011.
Reproduçao total ou parcial do conteúdo deste site deverá mencionar a fonte.