RSS
 

POTENCIAL HUMANO

Benedicto Ismael C. Dutra
09/09/2008



Tudo na vida tem de seguir o curso da lei natural do movimento para não estagnar e decair como inservível. Diferentemente não se dá com a educação. Sem um projeto continuo de preparo das novas gerações o futuro fica comprometido.

Falando do mais elementar, é inconcebível que sejam promovidos alunos que não aprendem a ler e escrever nem dominem as operações básicas de aritmética, pois essas são as condições mínimas para que qualquer pessoa possa ter alguma chance para evoluir, ampliando a capacidade de enfrentar os desafios que se avolumam. O contrário disso é uma população que se refugia no álcool e no fumo como meio de esquecer a vida sem esperança de um melhor futuro. Não é por acaso que a melhoria na qualidade de vida ocorre nas regiões onde o nível de educação é mais elevado.

Nessas condições não há o que estranhar se ainda não alcançamos um estágio de maior significância da vida. Os educadores sabem que é necessário um contínuo esforço para preparar as novas gerações, pois os resultados não surgem de imediato, e a esse respeito há que ser colocado muito mais empenho do que tem sido feito para possibilitar o amplo acesso aos meios que promovem o raciocínio lúcido, o pensamento independente e o pleno desenvolvimento do potencial humano. O progresso não se dá bem nas regiões educacionalmente atrasadas onde a população consegue sobreviver sem escolas, sem água nem esgoto tratados.

Atualmente observamos que as reações violentas estão ocorrendo com mais frequência, embora tenhamos uma enorme necessidade de que a harmonia seja estabelecida em nossa sociedade, e para implantá-la necessitamos dar às novas gerações o adequado preparo. Os jovens precisam aprender desde cedo que necessitam ajudar a si mesmos para que possam prosseguir sua jornada confiantemente, livres do descontentamento.

Para podermos ajudar aos outros necessitamos primeiramente ajudar a nós mesmos. Já dizia Ralph Waldo Emerson que ninguém poderá sinceramente tentar ajudar outra pessoa se não ajudar a si mesmo. Isso está de conformidade com a lei natural da atração da igual espécie. A pessoa que tem foco no seu querer é fortalecido pela energia atraída, e assim galga os degraus na direção de seu objetivo, adquirindo assim força e meios para prestar ajuda. Ao contrário, se ela não se fortalecer focando-se apenas nas necessidades alheias sem atender as suas, acaba dispersando energias. A disposição do ser humano está a energia canalizada através das leis naturais, mas eles próprios devem fazer tudo para conseguir a ligação.

Por isso é indispensável o máximo empenho para desenvolver e fortalecer todo o potencial humano e não apenas as habilidades do raciocínio, promovendo o desabrochar de todas as capacitações individuais para que o todo se fortaleça na diversidade mediante a atuação alegre de uma população bem preparada. Sem isso tudo que um povo fizer não terá energia e durabilidade, e a sua força de trabalho não estará suficientemente forte para enfrentar os obstáculos.



Benedicto Ismael Camargo Dutra é graduado pela Faculdade de Economia e Administração da USP, faz parte do Conselho de Administração do Prodigy Berrini Grand Hotel e é associado ao Rotary Club de São Paulo. É articulista colaborador de jornais e realiza palestras sobre temas ligados à qualidade de vida. É também coordenador dos sites www.vidaeaprendizado.com.br e www.library.com.br, e autor dos livros: “Nola – o manuscrito que abalou o mundo”;“2012...e depois?”;“Desenvolvimento Humano”; “O Homem Sábio e os Jovens” ,“A trajetória do ser humano na Terra – em busca da verdade e da felicidade”; e “O segredo de Darwin - Uma aventura em busca da origem da vida”(Madras Editora). E-mail: bicdutra@library.com.br; Twitter: @bidutra7
Enviar um Comentário:

Nome:
Email:
  Publicar meu email
Comentário:
Digite o texto que
aparece na imagem:

Vida e Aprendizado 2011.
Reproduçao total ou parcial do conteúdo deste site deverá mencionar a fonte.