RSS
 

EDUCAÇÃO PÚBLICA

Benedicto Ismael C. Dutra
27/08/2010



Enquanto o Sol continua esquentando o solo e as matas, baixando a umidade, favorecendo incêndios, a situação da educação pública no Brasil ainda não é das melhores. Se as autoridades e os candidatos desejarem promover uma transformação para melhor, deverão desenvolver projetos que tomem por base a educação desde as creches, ampliando-as e dotando-as dos necessários recursos humanos para o bom preparo das crianças.
 
No mundo super povoado que ajudamos a construir, o caótico arranjo da economia globalizada concentrou os capitais e esparramou as agruras da luta pela sobrevivência exigindo a participação do casal na obtenção da renda. Desequilíbrios cambiais e nas contas governamentais, aliados a deficientes sistemas educacionais estão provocando a precarização geral do trabalho.
 
Se o homem e a mulher precisam trabalhar, alguém tem que ficar com as crianças. Mas quem, se o dinheiro é curto? Alguém que não cobre muito, justamente porque não tem o necessário preparo. Assim as crianças têm ficado sob os cuidados de pessoas sem capacitação para essa importante tarefa.
 
Por isso necessitamos de creches que cuidem das crianças, com higiene, alimentação adequada, atenção e carinho, atividades lúdicas, enfim, que façam tudo aquilo que as crianças deveriam receber no lar. É na pré-escola que as crianças poderão receber os primeiros incentivos para adquirir o hábito de ler e estímulos para aprender sempre.
 
A rigidez da vida moderna tem promovido o sentimento de monotonia. Os jovens necessitam se sentir úteis e alegres em seu meio, valorizando a vida e o que tiverem de fazer para não resvalarem para o uso de drogas como fuga da realidade, quando perceberem que só o dinheiro, pelo qual tanto se luta, não compra felicidades.
 
Temos oferecido uma grande variedade de distrações às novas gerações, no entanto elas precisam de exemplos de coragem, respeito e consideração, e o ideal de contínua valorização da humanidade. Precisam adquirir capacitação para realizar tudo a que se propuserem, fazendo tudo bem feito, com a intuição ativa.
 
Uma pessoa está varrendo o jardim. Com atenção ela vai olhando tudo, recolhendo uma sujeira aqui, outra mais pra lá; ela está concentrada no que está fazendo, vivendo intensamente aquele momento sem reclamar, ao contrário, vai olhando a beleza das flores e a grandeza das árvores, a sua intuição está ativa. 
 
Uma outra pessoa também está varrendo o jardim, mas seus pensamentos estão longe. No íntimo está descontente por estar fazendo aquele trabalho, gostaria de estar sentada em frente a uma televisão vendo cenas de violência e sexo. Sem aproveitar a oportunidade de estar se movimentando ao ar livre sob a luz solar, ela vai jogando fora o precioso tempo do presente, sonhando com o futuro sem se movimentar para realizá‑lo, reclamando do passado sem tirar proveito dele.
 
Essencialmente o que as pessoas precisam é de paz de espírito, possibilidade de prosperar num mundo em que possam viver com dignidade para criar os filhos com abundância, estar sempre preparadas para enxergar o lado positivo dos acontecimentos da vida e aprender com eles. Enfim, elas necessitam saber como criar e atrair as necessárias condições para a realização de seus sonhos, reconhecendo a sabedoria que há no tecer dos fios do destino. Mas em sua indolência estão perdendo a coragem e a ousadia.



Benedicto Ismael Camargo Dutra é graduado pela Faculdade de Economia e Administração da USP, faz parte do Conselho de Administração do Prodigy Berrini Grand Hotel e é associado ao Rotary Club de São Paulo. É articulista colaborador de jornais e realiza palestras sobre temas ligados à qualidade de vida. É também coordenador dos sites www.vidaeaprendizado.com.br e www.library.com.br, e autor dos livros: “Nola – o manuscrito que abalou o mundo”;“2012...e depois?”;“Desenvolvimento Humano”; “O Homem Sábio e os Jovens” ,“A trajetória do ser humano na Terra – em busca da verdade e da felicidade”; e “O segredo de Darwin - Uma aventura em busca da origem da vida”(Madras Editora). E-mail: bicdutra@library.com.br; Twitter: @bidutra7
Comentários:


marilene comentou em 30/08/2010 - 12:08:19

Meu caro escritor,
realmente se desejamos mudanças, para melhor, em nosso país indispensável que isto ocorra através da educação e o primeiro passo é dar condições para que as crianças de que necessitam de cuidados em creches, desde a mais tenra idade, já recebam uma orientação
compátivel com o que se espera de uma sociedade que aguarda esta nova geração


Os comentários não representam a opinião do site Vidaeaprendizado, a responsabilidade é do autor da mensagem.
Enviar um Comentário:

Nome:
Email:
  Publicar meu email
Comentário:
Digite o texto que
aparece na imagem:

Vida e Aprendizado 2011.
Reproduçao total ou parcial do conteúdo deste site deverá mencionar a fonte.