RSS
 

PODER

Benedicto Ismael C. Dutra
09/11/2010



Conquistar e manter o poder constitui a grande e primeira ambição de todos os políticos ou déspotas. O livro "Uma breve teoria do poder", do advogado e professor Ives Gandra da Silva Martins, reúne uma riqueza de informações sobre o apego ao poder. Na tentativa de desvendar as razões que levam o ser humano a buscar o domínio, usando a força como aliada, Gandra descobre que o poder se justifica pelo poder, e não pelo dever de servir.
 
Alimentada pela vaidade, a busca do poder poderá ser encontrada desde as funções mais humildes, como a de um mordomo ou uma faxineira. Segundo o autor, apenas alguns sábios, e aqueles que nutrem convicção na existência de uma vida eterna, podem, pela fé e inteligência, verem-se livres das ambições promovidas pela mania de grandeza e sede de poder. Mesmo nas civilizações modernas, os seres humanos não conseguem ocultar as suas ambições pessoais. Entre os dominadores da atualidade, o servir e a promoção da felicidade do próximo não estão na essência do exercício do poder.
 
Há indivíduos que se julgam superiores aos demais. Caso logrem êxito em seu intento, no futuro, quando do exercício do poder, não esconderão nem a convicção de que são realmente superiores aos demais, nem a certeza de que, em face desta superioridade, julgam-se sabedores do que é melhor para todos, razão pela qual todas as transigências serão justificadas. O melhor exemplo disso foi dado por Adolf Hitler, que dominou a civilizada Alemanha por 12 anos.
 
Muitos pensadores acreditam que a busca de domínio e poder faz parte da natureza humana. No entanto, existem fatores, como os apontados pelo escritor Abdruschin (pseudônimo pelo qual Oskar Ernst Bernhardt, autor da obra "Na Luz da Verdade – Mensagem do Graal", é conhecido), que demonstram que isso teve origem quando o ser humano perdeu a conexão com as leis naturais da Criação, acorrentando-se, com sua mania de grandeza, ao perecível, agarrando-se a essa tendência para mandar, dominar, subjugar, inclusive o prazer de derrotar o adversário.
 
Com seu livro, Gandra espera que possa surgir um novo modelo de organização social, com respeito e consideração, para que os conflitos possam ser eliminados mais facilmente.
 
Nós também pensamos assim, acreditando que, quando cada um trouxer o melhor de si para o benefício geral, gerando confiança e cooperação mútua, poderemos esperar alcançar o progresso real, a paz e a felicidade.



Benedicto Ismael Camargo Dutra é graduado pela Faculdade de Economia e Administração da USP, faz parte do Conselho de Administração do Prodigy Berrini Grand Hotel e é associado ao Rotary Club de São Paulo. É articulista colaborador de jornais e realiza palestras sobre temas ligados à qualidade de vida. É também coordenador dos sites www.vidaeaprendizado.com.br e www.library.com.br, e autor dos livros: “Nola – o manuscrito que abalou o mundo”;“2012...e depois?”;“Desenvolvimento Humano”; “O Homem Sábio e os Jovens” ,“A trajetória do ser humano na Terra – em busca da verdade e da felicidade”; e “O segredo de Darwin - Uma aventura em busca da origem da vida”(Madras Editora). E-mail: bicdutra@library.com.br; Twitter: @bidutra7
Enviar um Comentário:

Nome:
Email:
  Publicar meu email
Comentário:
Digite o texto que
aparece na imagem:

Vida e Aprendizado 2011.
Reproduçao total ou parcial do conteúdo deste site deverá mencionar a fonte.