RSS
 

A CORDA ARREBENTOU

Benedicto Ismael C. Dutra
03/12/2008



“O sistema global de finanças e comércio está numa corrida desesperada contra a história, mergulhando de cabeça em suas mais terríveis contradições levando o mundo todo com ele.” William Greider fez este comentário em 1996 em seu livro O mundo na corda bamba, mas quantos prestaram atenção ao que ele escreveu? Ao que tudo indica as cordas das finanças globais estão arrebentando agora, embora os especialistas da área afirmarem que a atual crise não deveria surpreender, pois todo mundo sabia, há tempos, da existência de uma bolha imobiliária nos Estados Unidos. Na verdade, por volta de 2004 já haviam sinais de inadimplência devido ao aumento da taxa de juros das hipotecas.

Mas o destino é caprichoso e os acontecimentos, às vezes, escapam ao controle e muitas pessoas que queriam acreditar no milagre da bolha para aumentar seus ganhos, acabaram vendo frustadas as suas ilusões e amargando grandes perdas. O grande ator, Paul Newman, mostrou isso, tempos atrás, no filme Golpe de Mestre, interpretando Henri um mestre de golpes, que ao enfrentar Logan, o ganancioso oportunista mais violento de Chicago, fez com que ele se iludisse em apostas erradas com a certeza de ganhar. Mas a realidade atual é mais complicada e assustadora que a ficção. O jogo de apostas financeiras alavancadas está tirando o sono de muita gente, deixando muitas indagações no ar. Será que tudo o que está acontecendo foi mesmo golpe do acaso, de uma colheita ruim, ou que outros fatores teriam provocado a ruptura das cordas que davam sustentação ao sistema?

O fato é que o universo das finanças globalizadas permite a estruturação de muitos esquemas de ganhos especulativos e de jogadas de alto nível que se distanciam do mundo real da produção e do comércio. Tudo isso passa desapercebido da população em geral e vem sendo feito desde longa data e sempre de forma crescente através do “dinheiro que faz dinheiro” sem produzir nada, sem beneficiar ninguém, a não ser àqueles que estruturam os ataques e golpes em escala global.

Só a título de exemplo, lembramos dos ataques sofridos pelo Real, amplamente noticiados na época do governo Fernando Henrique Cardoso. Enquanto o Banco Central assegurava que o valor do Real seria mantido, os especuladores se apressaram em fazer apostas milionárias, obtendo lucros fabulosos em curtíssimo prazo. Agora o Presidente Lula fez críticas às empresas que especularam contra o Real amargando perdas devido ao estouro da bolha imobiliária americana.

Sem dúvida esses acontecimentos já provocaram muitos sofrimentos e ainda vão acarretar dificuldades para a população dos países mais atingidos. É a consequência direta da imprevidência e mal uso do dinheiro, o qual foi criado, originariamente, para promover o bem estar geral, como o economista e filósofo escocês e um dos pais da economia moderna, Adam Smith, queria que acreditássemos. Mas, sem uma ética moral e espiritualista, que reconheça a inexorável justiça – se colhe o que se semeia –, o ser humano deixa-se levar muito facilmente pelo egoísmo, cobiça e sede de poder, perdendo-se nos descaminhos que conduzem ao caos e à miséria, permitindo que as condições de vida se deteriorem de forma progressiva.

Uma nova ordem mundial de nada valerá enquanto o íntimo do ser humano permanecer o mesmo. Somente através de uma nova e verdadeira ética, que não tenha como foco exclusivo o acúmulo de riqueza e poder, mas que vise o bem geral e a elevação da humanidade, é que se poderá mudar as metas e estabelecer uma nova sintonia que leve ao reconhecimento do significado da vida. Só assim alcançaremos o real progresso e felicidade duradoura.



Benedicto Ismael Camargo Dutra é graduado pela Faculdade de Economia e Administração da USP, faz parte do Conselho de Administração do Prodigy Berrini Grand Hotel e é associado ao Rotary Club de São Paulo. É articulista colaborador de jornais e realiza palestras sobre temas ligados à qualidade de vida. É também coordenador dos sites www.vidaeaprendizado.com.br e www.library.com.br, e autor dos livros: “Nola – o manuscrito que abalou o mundo”;“2012...e depois?”;“Desenvolvimento Humano”; “O Homem Sábio e os Jovens” ,“A trajetória do ser humano na Terra – em busca da verdade e da felicidade”; e “O segredo de Darwin - Uma aventura em busca da origem da vida”(Madras Editora). E-mail: bicdutra@library.com.br; Twitter: @bidutra7
Enviar um Comentário:

Nome:
Email:
  Publicar meu email
Comentário:
Digite o texto que
aparece na imagem:

Vida e Aprendizado 2011.
Reproduçao total ou parcial do conteúdo deste site deverá mencionar a fonte.