RSS
 

PRISON BREAK – Em Busca da Verdade

Benedicto Ismael C. Dutra
30/03/2011



A série para TV, produzida em quatro partes a partir do ano de 2005 até 2009, retrata a trajetória de Michael Scofield um talentoso engenheiro de estruturas, dotado de bom coração e inconformado com injustiças. As duas primeiras temporadas trazem como pano de fundo a teoria da centralização do poder global nas mãos de poucas pessoas dispostas a tudo para se colocarem na posição de donos do mundo, forjando provas, impondo decisões judiciais, exterminando quem se opuser.

O personagem Scofield impressiona pela sua solidariedade e desejo de ajudar, oferecendo um modelo humano de valor, enquanto seus adversários praticam a política de que os fins justificam os meios e não vacilam em enganar, trair e matar quando não conseguem alcançar seu objetivo por outras formas. O filme é bem feito, os cenários agradam, mas o derramamento de sangue como meio de imposição perante a sociedade produz forte impacto.

Os opositores de Scofield dominam as riquezas, a mídia e o dinheiro e seu fluxo. Enquanto na vida real, os atos violentos são ocultados para manter as aparências, na prisão Fox River a brutalidade fica evidente.

Com seu raciocínio lúcido e ágil, Scofield vai planejando cada detalhe para retirar da cadeia seu irmão injustamente condenado à morte. Ao mesmo tempo vai se formando um rastro de sangue e uma pilha de cadáveres.

No meio da realidade nua e crua, com uma visão negativa e sem esperança de melhora, há uma leve pitada de romance. O filme prende a atenção pela agilidade com que os eventos vão se sucedendo. A cada problema, Scofield encontra uma nova solução até concretizar a fuga, tudo é bem ordenado e as cenas se interconectam com esmero.

Na terceira temporada a história prossegue no Panamá. Um ataque imprevisto interrompe a continuidade da fuga e Scofield é enviado para a Prisão de Sona, sob a acusação de assassinato. Em Sona o filme perde a direção adentrando para um submundo onde se desenvolvem todas as brutalidades, demonstrando que o ser humano pode descer a um nível inferior ao dos animais irracionais. A violência se exacerba indicando que o filme tomou a direção de uma realidade apodrecida, nos baixios dos condenados que perderam ou estão perdendo a sua condição humana numa visão nada animadora. A interconexão entre as cenas é meio tosca nem sempre se ajustando com propriedade e coerência lógica.

Ainda não tive coragem para ver a quarta temporada em continuação à fuga de Scofield da prisão de Sona, no Panamá em direção aos Estados Unidos com sede de vingança, principalmente porque nessa parte final do seriado, ele perde a vida para salvar Sara. É provável que isso esteja certo, como forma de resgate, pois com sua obstinação, indiretamente, ele provocou muitos sofrimentos acumulando um carma pesado apesar de algumas boas ações.

De certa forma o filme mostra que cada um colhe o que semeia. Mas com tantas etapas desenvolvidas com generosidade e trabalho bem feito, ir ao encontro da morte não trás uma mensagem positiva. Scofield e seus admiradores mereceriam uma finalização mais otimista, encontrando uma luz no fim do túnel, algo que desse sentido à vida nessa sociedade áspera e sem coração, dominada por cobiças, imposições conscientes, manipulação inconsciente das massas e coerção.

É uma pena que nem sempre os filmes nos propiciem entretenimento e engrandecimento pessoal, provocando em vez disso um forte desalento pela impossibilidade de se visualizar um melhor futuro para o mundo e para a espécie humana.
 



Benedicto Ismael Camargo Dutra é graduado pela Faculdade de Economia e Administração da USP, faz parte do Conselho de Administração do Prodigy Berrini Grand Hotel e é associado ao Rotary Club de São Paulo. É articulista colaborador de jornais e realiza palestras sobre temas ligados à qualidade de vida. É também coordenador dos sites www.vidaeaprendizado.com.br e www.library.com.br, e autor dos livros: “Nola – o manuscrito que abalou o mundo”;“2012...e depois?”;“Desenvolvimento Humano”; “O Homem Sábio e os Jovens” ,“A trajetória do ser humano na Terra – em busca da verdade e da felicidade”; e “O segredo de Darwin - Uma aventura em busca da origem da vida”(Madras Editora). E-mail: bicdutra@library.com.br; Twitter: @bidutra7
Enviar um Comentário:

Nome:
Email:
  Publicar meu email
Comentário:
Digite o texto que
aparece na imagem:

Vida e Aprendizado 2011.
Reproduçao total ou parcial do conteúdo deste site deverá mencionar a fonte.