RSS
 

A REALIZAÇÃO HUMANA

Benedicto Ismael C. Dutra
14/04/2011



As tradições e ideologias decaíram como fonte de inspiração dos poetas, pois se formaram ao sabor de interesses sem o amparo das bases naturais que predominavam em tempos antigos, quando os humanos reverenciavam o sol e a natureza como dádivas do Criador para a alegria daqueles que observavam as leis naturais. No entanto, esquecemos a nossa fragilidade e dependência da natureza. Vivemos a era da busca da realização e felicidades no consumo.

Nesta fase de expansão dos mercados e inclusão de novos consumidores, os condicionamentos estão direcionados para a realização através do consumo de bens reconhecidos como especiais pela marca, aparência e qualidade. Estamos moldando uma geração para buscar entretenimento, produtos diferenciados e luxo, enfim, consumidores exigentes que se comprazem nessa condição de vida superficial. Muitas pessoas procuram satisfação pessoal com a promessa de algo especial oferecido pelo consumo, incluindo a demonstração de status.

No entanto, os recentes acontecimentos que abalaram o Japão e o mundo, vieram a demonstrar que não podemos descuidar do preparo da população para o enfrentamento de períodos de dificuldades. Devemos nos adaptar às forças da natureza para extrair seus benefícios e energia limpa, sem a pretensão de dominá-la.  Como outros aprendizados isso deve começar da infância, ensinando-se o devido valor das coisas simples que nos mantêm vivos.

Os sistemas de produção e distribuição exercem uma função de extrema importância nem sempre percebida, a não ser quando por alguma razão tenha de ser interrompido. Quando entramos num mercado é sempre gratificante ver os cereais, as frutas e verduras, os laticínios e tantas outras utilidades obtidas na natureza. Os moradores das cidades tornaram-se dependentes dos serviços de entrega e, quando isso é interrompido, as prateleiras dos mercados ficam vazias e falta o que comer. Isso se torna tanto mais grave pela impotência dos consumidores para atender as suas necessidades.

Cerca de 4 bilhões de novos consumidores, com renda de 250 dólares por mês, já estão movimentando os equipamentos das grandes corporações. Com essa renda não sobra dinheiro para livros, no entanto, existem muitas possibilidades para quem cultiva o hábito da leitura, é só querer, tanto nas bibliotecas como na Internet.

É bom que as pessoas saiam do comodismo e se movimentem para atender aos seus desejos e vontades. Mas, não basta formar bons consumidores que se comprazem com as mercadorias e serviços que conseguem obter. Temos de exigir que se produza o melhor com o melhor atendimento. Precisamos assegurar qualidade para todos despertando o desejo de que se faça o melhor, esperar o melhor, buscar qualidade humana e de vida e estar preparado para enfrentar tempos difíceis com escassez de gêneros e de água.

O que nos distingue como seres humanos de valor aptos a enfrentar as dificuldades com iniciativa e serenidade, é o acesso à educação e aos valores humanos. É muito importante que haja cooperação e solidariedade. Temos de formar seres humanos de qualidade, com boa saúde física e mental, pois isso é o que temos de mais precioso.

A autorrealização humana não está na busca exclusiva de entretenimento e consumo, mas nas atividades criativas, na busca das artes como expressão da alma, na conquista de saber progressivo, no esforço para fazer tudo com esmero, e nas realizações reais que favoreçam o surgimento de melhores condições de vida, assim daremos um sentido às nossas atividades, o que elimina a insatisfação interior conduzindo a uma vida feliz.



Benedicto Ismael Camargo Dutra é graduado pela Faculdade de Economia e Administração da USP, faz parte do Conselho de Administração do Prodigy Berrini Grand Hotel e é associado ao Rotary Club de São Paulo. É articulista colaborador de jornais e realiza palestras sobre temas ligados à qualidade de vida. É também coordenador dos sites www.vidaeaprendizado.com.br e www.library.com.br, e autor dos livros: “Nola – o manuscrito que abalou o mundo”, “O segredo de Darwin”,“2012...e depois?”;“Desenvolvimento Humano”; “O Homem Sábio e os Jovens” e “A trajetória do ser humano na Terra – em busca da verdade e da felicidade (Madras Editora)”. E-mail: bicdutra@library.com.br; Twitter: @bidutra7
Enviar um Comentário:

Nome:
Email:
  Publicar meu email
Comentário:
Digite o texto que
aparece na imagem:

Vida e Aprendizado 2011.
Reproduçao total ou parcial do conteúdo deste site deverá mencionar a fonte.