RSS
 

VISÃO DE FUTURO NO ROTARY

Benedicto Ismael C. Dutra
10/05/2011



No final de semana estivemos participando da 82ª Conferência do Distrito 4610 do Rotary Club, realizada em Atibaia, interior São Paulo, nos dias 30 de abril e 1º de maio. O ambiente acolhedor – com o magnífico clima da região, onde pudemos encher os pulmões de ar puro – foi palco da eficiente organização realizada pelo governador do Distrito Altamiro Dias e sua equipe, pondo em prática o lema “fortalecer comunidades – unir continentes”.

Entre a busca do fortalecimento do companheirismo e união em prol da paz entre os povos, tivemos a oportunidade de receber palestrantes de classe como: o ex-presidente do Banco Central, Henrique Meirelles; o ex-ministro da Fazenda e sócio da Tendências Consultoria Integrada, Maílson da Nóbrega; o secretário de Estado dos TransportesMetropolitanos, Jurandir Fernandes; o advogado Coriolano Santos e o médico Protásio da Luz. Um evento expressivo das metas do Rotary.

Jurandir Fernandes foi otimista ao afirmar que, apesar de todo o caos reinante em São Paulo, devido ao acelerado crescimento populacional e do atraso na infraestrutura, o futuro é promissor com os estudos para ressuscitar as conexões ferroviárias, meios indispensáveis para o transporte nas grandes regiões urbanas, pois, atualmente, o transporte público é um sufoco. O secretário expôs que há estudos indicando que a população mundial apresenta um índice de crescimento menor e tende a se estabilizar. São palavras de esperança, mas o que preocupa a nós rotarianos é a questão do abastecimento da água, devido à contínua poluição dos oceanos e mananciais e o consequente risco de escassez da água potável.

O advogado Coriolano Santos despertou a nossa preocupação para o mau uso da Internet pelos jovens e adolescentes, o que requer uma redobrada atenção da família e dos educadores, pois o que entra na Internet fica fora do controle e, na ânsia de se destacar, muitas meninas desavisadas acabam favorecendo a corrente de pedofilia. Alertou também que devemos nos atentar para os riscos de crimes cibernéticos que ameaçam pessoas, organizações e governos.

Hábitos saudáveis para uma longevidade com jovialidade, destacando a importância de uma forma de viver com qualidade, com alimentação adequada, atividade física, propósitos de vida, repouso, atividades sociais e recreativas, foram discutidos pelo Dr. Protásio da Luz. O médico falou sobre os benefícios do consumo de uma ou duas taças de vinho tinto por dia, para aqueles que não têm problemas hepáticos nem arritmias. Segundo pesquisas, o vinho tem contribuído para a melhor absorção de gorduras e ativação da circulação sanguínea.

Maílson da Nóbrega disse que poderemos alcançar uma posição de Estado consolidada, mas que, para isso, temos que investir na infraestrutura e proceder a Reforma Tributária que faz da energia uma das mais caras do mundo. Temos um sistema financeiro sólido, câmbio flutuante. Conseguimos um bom superávit primário. O que lamentamos é que, dado o descontrole dos gastos e a ineficiência, todo o superávit não será suficiente para cobrir os juros da dívida pública. A elevação dos juros é considerada o principal instrumento a ser usado no combate a inflação.

De nossa parte refletimos se isso não poderia trazer mais danos do que benefícios para a economia interna em um mercado onde os principais bancos centrais estabeleceram taxas de juros próximas a um por cento.

Sobre o planejamento da Conferência, alguns rotarianos perguntaram se não deveria ser feito convite a algum palestrante ciente dos graves problemas educacionais no Brasil. No entanto, foi dado ênfase aos experts em finanças.

Foi com surpresa que ouvimos as palavras de Henrique Meirelles, cuja fala enfatizou a questão educacional como fator essencial ao crescimento econômico, exemplificando o ocorrido em vários países. Iniciando com um histórico de Singapura, ele apontou que a educação mantida no sistema inglês foi o elemento chave para aquele pequeno país, que com poucos recursos se transformou em um dos países com melhor renda per capita. O Brasil, para assegurar sua independência, herdou as pesadas dívidas de Portugal, o que atuou como trava do crescimento. A imperatriz Maria Leopoldina incentivou a vinda de imigrantes europeus que deram um notável impulso na agricultura e industrialização. No pós-guerra, o Brasil despontou com bons índices de crescimento econômico até se ver travado pela dívida e elevados juros externos a partir de 1970. Amargamos uma estagnação durante décadas, e o mais crítico é que também ficamos estagnados na educação e preparo da mão de obra. Nos países desenvolvidos, o crescimento decorreu principalmente do bom treinamento da mão de obra, eficiência e organização. A China dispõe atualmente de cerca de 350 mil profissionais formados nas melhores universidades da Europa e Estados Unidos.

De fato, podemos acreditar que o Brasil tem a possibilidade de alcançar um melhor futuro. Depende de nós. Para alcançarmos melhoras nas condições de vida e um crescimento sustentável, se torna necessária uma mudança na educação. Temos de humanizar as novas gerações para que a sociedade se torne mais humana, oferecendo às crianças e jovens a oportunidade de desenvolverem suas capacidades latentes para que reconheçam o sentido da vida, com sua beleza, valores qualitativos e possibilidades de atuação consciente com respeito e consideração. “Conhecendo o eu interior podermos abraçar a humanidade”. Urge educar e preparar as novas gerações para uma forma de vida mais equânime, com mais oportunidades e qualidade. Enfim, com união, “nada resiste ao trabalho”.

http://sustentabilidade.ogerente.com.br/educacao-para-crescimento-sustentavel/
 



Benedicto Ismael Camargo Dutra é graduado pela Faculdade de Economia e Administração da USP, faz parte do Conselho de Administração do Prodigy Berrini Grand Hotel e é associado ao Rotary Club de São Paulo. É articulista colaborador de jornais e realiza palestras sobre temas ligados à qualidade de vida. É também coordenador dos sites www.vidaeaprendizado.com.br e www.library.com.br, e autor dos livros: “Nola – o manuscrito que abalou o mundo”, “O segredo de Darwin”,“2012...e depois?”;“Desenvolvimento Humano”; “O Homem Sábio e os Jovens” e “A trajetória do ser humano na Terra – em busca da verdade e da felicidade (Madras Editora)”. E-mail: bicdutra@library.com.br; Twitter: @bidutra7
Enviar um Comentário:

Nome:
Email:
  Publicar meu email
Comentário:
Digite o texto que
aparece na imagem:

Vida e Aprendizado 2011.
Reproduçao total ou parcial do conteúdo deste site deverá mencionar a fonte.