RSS
 

VIDA MELHOR

Benedicto Ismael C. Dutra
05/07/2011



Quando colocamos a força do querer em movimento, alcançamos resultados inimaginados

Canta Canta, Minha Gente
Deixa a tristeza pra lá
Canta forte, canta alto
Que a vida vai melhorar
(Martinho da Vila)

Cada um tem de viver a própria vida sem desperdiçá-la alimentando ilusões e revolta, pois cada um nasce exatamente naquele ambiente e condições que fez por merecer e que lhe são imprescindíveis para reformular o rumo e alcançar uma condição melhor. É mais ou menos como a situação daquelas pessoas que por um transtorno psíquico andam pelas ruas escolhendo onde devem por os pés, evitando cantos, marcas e contornos, e quando percebem que estão com o passo errado, voltam lá para trás a partir de onde terão de recomeçar para fazer a correção.

Temos de reconhecer que não é por acaso que estamos onde os fios do destino nos colocaram e a partir daí, nos esforçarmos pela melhora. O errado é se revoltar. O negativo é uma pessoa achar que não tem como sair das condições de precariedade em que nasceu. No entanto, temos que orientar as novas gerações, alertando que a melhora é sempre possível, e depende de cada um, do esforço que estiver disposto a fazer para recomeçar e evoluir. Depende de sua capacidade de se aproximar e atrair o que traz benefícios, e afastar e repelir o que é prejudicial.

Cada dia é uma graça. O emaranhado do destino humano impede que tenhamos pleno controle de nossa vida. Sempre surgem novas contrariedades nos testando, nos trazendo retornos negativos de nossas ações anteriores, a colheita. O importante é descobrirmos que assim como criamos o emaranhado, também poderemos desfazê-lo através da boa vontade. Se estivermos atentos, sem descontentamento no coração, perceberemos o quanto cada dia nos trouxe de bom para semearmos um melhor futuro. Mas temos que permanecer atentos ao que pensamos, evitando o maligno, a revolta e o ódio.

Como erradicar a miséria e a angústia de milhões de brasileiros? Evidentemente, educação e preparo para a vida são fatores indispensáveis como diretriz básica. Enquanto outros povos já possuem um objetivo definido, seja ele o consumismo ou a obtenção de mais tempo livre para lazer e cultura, nós estamos com muitos passos em atraso. Temos que definir nossas metas, saber o que queremos. É imprescindível definir que tipo de brasileiro desejamos formar: assustado e medroso ou confiante e esperançoso; descontente e revoltado ou solidário, com bom preparo para a vida e disposto a construir um futuro promissor.

O grande avanço tecnológico da televisão traz para casa imagens e sons de alta definição, no entanto, a programação ainda não avançou na mesma forma, permanecendo com baixo nível. Quem passa muito tempo resmungando e reclamando da vida e do que está acontecendo, está tornando as dificuldades ainda maiores. O que você foca, cresce. A energia flui para onde vão as palavras. Enquanto não ocorrer elevação na programação, temos que dedicar mais horas para a leitura e menos horas para assistir TV.

O Brasil deve aproveitar todas as potencialidades que a natureza nos permitir, respeitando-a. Vamos produzir alimentos para nós e para exportação. Vamos produzir manufaturados simples e mais complexos para ocupar a mão de obra. Vamos consumir tudo que precisarmos para uma vida melhor. Tudo isso sem esquecer a sustentabilidade, isto é: não sugar os recursos além de sua capacidade de reposição, não matar a galinha dos ovos de ouro. Vamos aproveitar o tempo livre para o autoaprimoramento, na conquista de uma vida melhor.

E para alcançar este objetivo é preciso realmente querer uma vida melhor e, confiando que a melhora é possível, colocar esse querer em ação, na busca de propósito, bons relacionamentos e realizações. Quando colocamos a força do querer em movimento, alcançamos resultados inimaginados.




Benedicto Ismael Camargo Dutra é graduado pela Faculdade de Economia e Administração da USP, faz parte do Conselho de Administração do Prodigy Berrini Grand Hotel e é associado ao Rotary Club de São Paulo. É articulista colaborador de jornais e realiza palestras sobre temas ligados à qualidade de vida. É também coordenador dos sites www.vidaeaprendizado.com.br e www.library.com.br, e autor dos livros: “Nola – o manuscrito que abalou o mundo”, “O segredo de Darwin”,“2012...e depois?”;“Desenvolvimento Humano”; “O Homem Sábio e os Jovens” e “A trajetória do ser humano na Terra – em busca da verdade e da felicidade (Madras Editora)”. E-mail: bicdutra@library.com.br; Twitter: @bidutra7
Enviar um Comentário:

Nome:
Email:
  Publicar meu email
Comentário:
Digite o texto que
aparece na imagem:

Vida e Aprendizado 2011.
Reproduçao total ou parcial do conteúdo deste site deverá mencionar a fonte.