RSS
 

A BUSCA DA VERDADE

Benedicto Ismael C. Dutra
05/11/2011



Que caminhos seguiremos diante do avolumar de acontecimentos que escapam do controle da humanidade? Temos de nos afastar da condição de fantoches sem vontade própria que se comprazem com pão e circo, e buscar a compreensão da vida na Luz do saber real.

No final do século 20 havia uma atmosfera festiva procedente de Nova York, pois havia fartura de empregos e uma sensação de riqueza embalava o consumo. Com um sentimento de despreocupação e esperança no futuro, Nova York atraia pessoas de todas as partes, ansiosas por se aproximarem daquela aura de felicidade e encantamento.

Os primeiros anos do século 21 deram uma guinada. Os humanos deveriam caminhar na direção da libertação espiritual na Luz, no entanto, sombras se espalharam com a tragédia do World Trade Center, guerras, crises econômicas e financeiras. Forças obscuras se empenham em desviar os humanos da Luz que está intensificando todos os efeitos das ações humanas pendentes de realização, revelando os segredos, evidenciando as armações do mal. Estamos nos aproximando dos embates decisivos que põem a descoberto as maquinações daqueles que de bom grado se aliaram às correntezas negativas que visam à destruição da humanidade.

Há uma sensação preocupante porque, com a intensificação da força da Luz, são aceleradas as consequências desencadeando os acontecimentos gerados pelas ações humanas que dormitavam no circular mais lento. Que caminhos seguiremos diante do avolumar de acontecimentos que escapam do controle da humanidade? Temos de nos afastar da condição de fantoches sem vontade própria que se comprazem com pão e circo, e buscar a compreensão da vida na Luz do saber real.

Os insufladores das trevas constroem uma muralha para os caminhos da Luz, fazendo suas vítimas acreditar que nada existe além da matéria. Então os humanos influenciados livremente através de seu egoísmo e cobiça, se afastam da verdade e se acorrentam ao mundo material querendo aqui fazer e desfazer ao seu bel prazer, contribuindo para a divulgação da mentira.

Uma crise de confiança abala o sentimento de segurança nas estruturas econômico sociais, aí se incluindo saúde e educação. Isso não representa nenhuma novidade, apenas a resultante, quando a humanidade deixou de ouvir a voz do coração, passando a orientar-se tão só pelo materialismo circunscrito ao tempo e ao espaço deste planeta limitado, onde as mazelas passaram a ser cultivadas como forma de manter o poder e levar vantagens, mesmo que para um restrito intervalo de tempo, pois a linha da vida cumpre seu papel para todos, indicando que a vida deveria ser como uma escola onde devemos aprender a ser úteis, beneficiando e embelezando nosso ambiente com pensamentos, palavras e ações.

Desolados e temerosos os humanos contemplam o cenário de crises sem vislumbrarem soluções. Estruturas arcaicas e burocratizadas se arrastam sem dar muita atenção aos problemas que se avolumam com a redução dos empregos, toneladas de processos abarrotam os judiciários. Dificuldades na condução da saúde e educação das novas gerações. Uma crise de credibilidade revela a ineficiência dos programas construídos com segundas intenções, sem foco nos reais problemas que afligem a população.

O núcleo familiar requer seu fortalecimento para que pais e mães possam, além de atender as necessidades do lar, oferecer aos filhos amizade, carinho e disciplina, para que readquiram a esperança num futuro melhor.
Temos de nos esforçar para conquistar a libertação desse jugo maléfico de segredos e mentiras que degradam os humanos. Como primeiro passo deve existir uma busca pela verdade, criando assim o verdadeiro sentido da vida. Ninguém poderá se furtar da busca do saber para se livrar das trevas dos erros humanos. Como escrito em João 8.32 “conhecereis a verdade, e a verdade vos libertará”. Para uma reconstrução sadia e duradoura, necessitamos de líderes sábios que façam a diferença.




Benedicto Ismael Camargo Dutra é graduado pela Faculdade de Economia e Administração da USP, faz parte do Conselho de Administração do Prodigy Berrini Grand Hotel e é associado ao Rotary Club de São Paulo. É articulista colaborador de jornais e realiza palestras sobre temas ligados à qualidade de vida. É também coordenador dos sites www.vidaeaprendizado.com.br e www.library.com.br, e autor dos livros: “Nola – o manuscrito que abalou o mundo”, “O segredo de Darwin”,“2012...e depois?”;“Desenvolvimento Humano”; “O Homem Sábio e os Jovens” e “A trajetória do ser humano na Terra – em busca da verdade e da felicidade (Madras Editora)”. E-mail: bicdutra@library.com.br; Twitter: @bidutra7
Enviar um Comentário:

Nome:
Email:
  Publicar meu email
Comentário:
Digite o texto que
aparece na imagem:

Vida e Aprendizado 2011.
Reproduçao total ou parcial do conteúdo deste site deverá mencionar a fonte.