RSS
 

A CHAVE DA FELICIDADE

Benedicto Ismael C. Dutra
03/12/2008



A felicidade está na harmonia. Desatentas, muitas pessoas não cuidam para que ela seja mantida, permitindo que as desarmonias surjam e proliferem, impedindo a serena felicidade.

Olhando para a natureza vemos que a harmonia está presente em tudo, desde que os seres humanos não a desequilibrem com suas intervenções insensatas. Na vivência diária também deveríamos combater as desarmonias que surgem facilmente em decorrência do egoísmo e da falta de consideração.

Atualmente a falta de harmonia pode ser percebida em todos os ambientes. No lar, no trabalho, nas escolas, enfim, em qualquer tipo de relacionamento, pois as pessoas estão se enxergando como inimigas, pois a falta de confiança mútua gera o clima desarmonioso.

Quando tomamos conhecimento de situações desarmoniosas isso nos afeta emocionalmente, de forma consciente ou não, provocando mau humor e predispondo à doenças. Em seus livros, Roselis von Sass fala que os índios que viviam no Brasil, no tempo em que Cabral aqui aportou, sabiam como repelir formas do mundo astral que tivessem provocado enfermidade num corpo físico, na matéria. Sabiam, assim, que as moléstias não se curam somente por via de tratamentos externos. Hoje, com a aceleração dos acontecimentos, poucos são as pessoas que percebem a influência do estado psíquico, dos sofrimentos morais, aborrecimentos ou preocupações. A autora esclarece que as manifestações tão diversas de doenças nervosas, que hoje torturam a humanidade, assim como os estados de angústia, também generalizados, têm a sua origem no pensamento negativo, num errado modo de pensar. Todos se debatem hoje num mundo de formas.

Pessoas descontentes ficam sujeitas aos sentimentos de inveja e cobiça que produzem devastadoras desarmonias no ambiente, pois os sentimentos de amor desinteressado estão desaparecendo da face da Terra. Portanto, necessitamos encontrar uma atmosfera de formas favoráveis, benéficas, que harmonizem o ambiente, afastando aquelas que provocam inquietações e desassossegos na vida humana, repelindo-as com toda a energia.

É dever sagrado do ser humano pesquisar por que se encontra na Terra, ou por que motivo vive nesta Criação, pois se estamos vivos, é porque alguma finalidade existe para isso. Os seres humanos se encontram nesta Criação a fim de encontrarem a felicidade bem-aventurada. O desconhecimento tinha de gerar desarmonias, impossibilitando o surgimento da felicidade.

Atualmente a chave da felicidade está na busca do saber sem lacunas sobre o significado da vida humana. Somente assim poderá ser estabelecida uma civilização efetivamente humana, do contrário estaremos indefesos e expostos a tudo quanto nos ameaça com o aumento da má vontade que atua impedindo que as tentativas da boa vontade prosperem. Desconhecendo a finalidade da vida, os seres humanos estão desperdiçando o precioso tempo que lhes foi dado para evoluir em paz e alegria.



Benedicto Ismael Camargo Dutra é graduado pela Faculdade de Economia e Administração da USP, faz parte do Conselho de Administração do Prodigy Berrini Grand Hotel e é associado ao Rotary Club de São Paulo. É articulista colaborador de jornais e realiza palestras sobre temas ligados à qualidade de vida. É também coordenador dos sites www.vidaeaprendizado.com.br e www.library.com.br, e autor dos livros: “Nola – o manuscrito que abalou o mundo”, “O segredo de Darwin”,“2012...e depois?”;“Desenvolvimento Humano”; “O Homem Sábio e os Jovens” e “A trajetória do ser humano na Terra – em busca da verdade e da felicidade (Madras Editora)”. E-mail: bicdutra@library.com.br; Twitter: @bidutra7
Enviar um Comentário:

Nome:
Email:
  Publicar meu email
Comentário:
Digite o texto que
aparece na imagem:

Vida e Aprendizado 2011.
Reproduçao total ou parcial do conteúdo deste site deverá mencionar a fonte.