RSS
 

CÓDIGO FLORESTAL – QUEM PODE AJUDAR A COMPREENDER?

Benedicto Ismael C. Dutra
02/05/2012



Independentemente da luta por interesses particulares nessa batalha política que teve Brasília como palco, seria uma grande irresponsabilidade deixar de cuidar da recomposição das matas marginais aos rios e nascentes, e também evitar que sejam poluídos. Não se trata aqui, de ter um recebível em multas milionárias oriundas do descaso com o patrimônio natural, pois a água é a grande riqueza, mas o importante é que seja organizada, negociada e posta em prática a recomposição do estrago, pois não temos o direito de legar para as gerações futuras, áreas transformadas em desertos pelo imediatismo. O importante é a conscientização, a recomposição, a preservação. Mas afinal como poderemos entender o que se passa em meio a tantas informações contraditórias?

1 - Organizações ambientalistas internacionais afirmam que o Brasil pode estar perdendo a liderança no movimento ecológico global, depois que a Câmara dos Deputados aprovou na quarta-feira um novo texto que altera o Código Florestal brasileiro. Em entrevista à BBC Brasil, representantes da WWF e do Greenpeace em Londres disseram que o País sempre foi visto como um dos países mais ativos na promoção de ideias ambientais em fóruns internacionais, como as reuniões sobre mudanças climáticas da ONU. Mas a aprovação do texto do deputado Paulo Piau (PMDB-MG) pode provocar uma mudança nessa percepção.
http://noticias.terra.com.br/brasil/noticias/0,,OI5741351-EI306,00-ONGs+Brasil+perde+lideranca+ambiental+ao+mudar+Codigo+Florestal.html
 
2 - O Brasil terá uma boa moldura institucional para combinar a produção agrícola e a preservação do ambiente, se a presidente Dilma Rousseff sancionar sem veto o Código Florestal recém-aprovado pelo Congresso…

A discussão do Código Florestal foi dificultada por um falso conflito entre produção e preservação. Regras ambientais são necessárias, sim, e o Código recém-aprovado é muito melhor do que as normas em vigor em outros países. A presidente deveria convencer-se disso e cuidar do futuro, sem pensar em fazer bonito para ONGs estrangeiras na Conferência Rio + 20.
http://www.estadao.com.br/noticias/impresso,producao-e-preservacao-,865996,0.htm

3 - … a exigência de recomposição de 15 metros de APPs (Áreas de Preservação Permanente) em beira de rios pequenos. Os ruralistas rejeitavam qualquer obrigação de recuperação dessas áreas… O relator também suprimiu do projeto partes que obrigam a ocupação urbana em margens de rios a respeitar as regras gerais para APPs. A definição dos casos nas cidades ficará a cargo de planos diretores… Segundo Ideli Salvatti, Dilma vai avaliar o texto nos próximos 15 dias para dar a palavra final sobre o possível veto. "Aquilo que representar anistia não terá respaldo do governo. Qualquer questão que signifique anistia tem grandes chances de sofrer o veto", afirmou. Outro ponto que deve ser vetado, segundo Ideli, são aos artigos que prejudicam os pequenos agricultores. "Eles representam a grande maioria dos empregos rurais".
http://www1.folha.uol.com.br/poder/1082296-veto-a-codigo-florestal-pode-atrapalhar-votacao-da-ldo.shtml



Benedicto Ismael Camargo Dutra é graduado pela Faculdade de Economia e Administração da USP, faz parte do Conselho de Administração do Prodigy Berrini Grand Hotel e é associado ao Rotary Club de São Paulo. É articulista colaborador de jornais e realiza palestras sobre temas ligados à qualidade de vida. É também coordenador dos sites www.vidaeaprendizado.com.br e www.library.com.br, e autor dos livros: “Nola – o manuscrito que abalou o mundo”;“2012...e depois?”;“Desenvolvimento Humano”; “O Homem Sábio e os Jovens” ,“A trajetória do ser humano na Terra – em busca da verdade e da felicidade”; e “O segredo de Darwin - Uma aventura em busca da origem da vida”(Madras Editora). E-mail: bicdutra@library.com.br; Twitter: @bidutra7
Enviar um Comentário:

Nome:
Email:
  Publicar meu email
Comentário:
Digite o texto que
aparece na imagem:

Vida e Aprendizado 2011.
Reproduçao total ou parcial do conteúdo deste site deverá mencionar a fonte.