RSS
 

ARGO

Benedicto Ismael C. Dutra
17/12/2012



Inicialmente o filme Argo dirigido e interpretado por Bem Afleck, apresenta um resumo histórico sobre a situação do Irã no século XX. A chegada ao poder do aiatolá Khomeini em 1979 mobilizou a população.  Como o antigo xá ganhou asilo político nos Estados Unidos, que haviam apoiado seu governo de opressão ao povo iraniano, a multidão saiu às ruas para protestar contra os americanos. Uma multidão enfurecida concentrada diante dos portões da embaixada do país.
 
Em 1941, durante a Segunda Guerra Mundial, o Reino Unido e a União Soviética invadiram o Irã, de modo a assegurar para si próprios os recursos petrolíferos iranianos. Os Aliados forçaram o xá a abdicar em favor de seu filho, Mohammad Reza Pahlavi, em quem enxergavam um governante que lhes seria mais favorável. Em 1953, após a nacionalização da Anglo-Iranian Oil Company, um conflito entre o xá e o primeiro ministro Mohammed Mossadegh levou à deposição e prisão deste último, que havia sido eleito democraticamente como primeiro ministro do Irã. Mossadegh introduziu reformas políticas e sociais, tendo nacionalizado a indústria do petróleo.
 
O reinado do xá tornou-se progressivamente ditatorial, especialmente no final dos anos 1970. Com apoio americano e britânico, Reza Pahlavi  insistia em esmagar a oposição do clero xiita e dos defensores da democracia.  Ao fugir para os Estados Unidos,  doente, submetendo-se à quimioterapia, abarrotou o avião com barras de ouro, dificultando a partida. A história humana tem revelado a mania de grandeza de muitos líderes absolutistas, que deveriam ter promovido a evolução do povo, mas cuidaram apenas de si mesmos e do acúmulo de riqueza. Em 1979, Islamitas, comunistas e liberais promoveram a Revolução Iraniana, que provocou a fuga do xá e a colocação do Aiatolá Ruhollah Khomeini como chefe máximo do país.
 
Revoltados com a proteção e asilo dada pelos Estados Unidos ao xá, a embaixada americana foi invadida, e os seus ocupantes feitos prisioneiros por longo período. É assustador o comportamento da massa enfurecida pelo ódio. Seis diplomatas haviam se refugiado no consulado do Canadá. O filme narra com muita empolgação a libertação dessa meia dúzia, Não há efeitos barulhentos nem mágicas, apenas o esforço de libertação dos diplomatas, desenvolvido com eficiência e lucidez,  e a grande torcida da plateia. O publico anda farto de filmes sem sentido que se sustentam em efeitos especiais para encobrir a falta de conteúdo. Skayfall, novo filme de James Bond,  é bom exemplo de uma narrativa bem conduzida, mas que ao final parece ter ficado sem argumentos e a diretora M levou a pior. Bem Afleck, ao contrário, nos oferece um raro filme de qualidade que não abusa da inteligência do público.



Benedicto Ismael Camargo Dutra é graduado pela Faculdade de Economia e Administração da USP, faz parte do Conselho de Administração do Prodigy Berrini Grand Hotel e é associado ao Rotary Club de São Paulo. É articulista colaborador de jornais e realiza palestras sobre temas ligados à qualidade de vida. É também coordenador dos sites www.vidaeaprendizado.com.br e www.library.com.br, e autor dos livros: “Nola – o manuscrito que abalou o mundo”;“2012...e depois?”;“Desenvolvimento Humano”; “O Homem Sábio e os Jovens” ,“A trajetória do ser humano na Terra – em busca da verdade e da felicidade”; e “O segredo de Darwin - Uma aventura em busca da origem da vida”(Madras Editora). E-mail: bicdutra@library.com.br; Twitter: @bidutra7
Enviar um Comentário:

Nome:
Email:
  Publicar meu email
Comentário:
Digite o texto que
aparece na imagem:

Vida e Aprendizado 2011.
Reproduçao total ou parcial do conteúdo deste site deverá mencionar a fonte.