RSS
 

FILMES VIOLENTOS, O QUE VOCÊ ACHA?

Benedicto Ismael C. Dutra
08/01/2013



Quando num filme, a violência pune os maus num critério de justiça, chega até a ser bem recebida pelo público. Quando ela é sem razão e brutal, desorganiza a mente que em seu estado normal busca a ordem das coisas. No filme, quem atira é o personagem, a participação de quem assiste é menor. No vídeo game quem aperta o gatilho é o jogador, isso é ainda mais influenciador.

Para Schwarzenegger, o debate sobre massacres como o da escola Sandy Hook, em que um jovem armado matou 20 crianças e 6 funcionários, não se restringe ao controle de armas. "Precisamos analisar como lidamos com a doença mental, como lidamos com as leis de armas, e como lidamos com a paternidade", disse.

Em seu novo filme, o ator vive um policial aposentado que assume um posto de xerife numa cidade de fronteira, e se vê às voltas com um traficante violento. Recentemente, Wayne LaPierre, diretor da Associação Nacional do Rifle, disse que filmes desse tipo contribuem para a ocorrência de massacres nos EUA.

http://www.estadao.com.br/noticias/arteelazer,schwarzenegger-diz-que-filmes-violentos-nao-tem-relacao-com-massacre-em-escola,981420,0.htm



Benedicto Ismael Camargo Dutra é graduado pela Faculdade de Economia e Administração da USP, faz parte do Conselho de Administração do Prodigy Berrini Grand Hotel e é associado ao Rotary Club de São Paulo. É articulista colaborador de jornais e realiza palestras sobre temas ligados à qualidade de vida. É também coordenador dos sites www.vidaeaprendizado.com.br e www.library.com.br, e autor dos livros: “Nola – o manuscrito que abalou o mundo”;“2012...e depois?”;“Desenvolvimento Humano”; “O Homem Sábio e os Jovens” ,“A trajetória do ser humano na Terra – em busca da verdade e da felicidade”; e “O segredo de Darwin - Uma aventura em busca da origem da vida”(Madras Editora). E-mail: bicdutra@library.com.br; Twitter: @bidutra7
Enviar um Comentário:

Nome:
Email:
  Publicar meu email
Comentário:
Digite o texto que
aparece na imagem:

Vida e Aprendizado 2011.
Reproduçao total ou parcial do conteúdo deste site deverá mencionar a fonte.