RSS
 

FEIJOADA DO JAIME

Benedicto Ismael C. Dutra
29/01/2013



A turma gostava de se reunir na padaria. O pão sempre fresquinho era a base dos sanduíches saborosos. Jaime, o dono da padaria estava sempre alegre e bem humorado. Sabia como lidar com a freguesia. Conversando com ele sempre se aprendia alguma coisa. Com um martelo de cozinha amaciava um a um os churrasquinhos para sanduíche, para serem servidos com pão quentinho e saboroso molho de tomates com cebola. Ele mesmo preparava a massa da pizza que ficava bem assada.

Quando ele fazia feijoada calculava o custo com um lápis bem apontado e um pedaço de papel de embrulhar pão. Listava o que tinha comprado, somava tudo, assim sabia quanto tinha custado para comparar com a receita e saber de quanto tinha sido o lucro. Ativo e sem medo do trabalho, logo foi desenvolvendo outros empreendimentos e adquirindo outras propriedades.

Nós também temos de ser assim cuidadosos com nossas contas. Todo inicio de mês faça as anotações do que tem de pagar e do que tem a receber, procurando sempre obter uma sobra para reserva. Isso é fácil de fazer, além de ser um bom exercício para praticar na planilha. Quem ainda não faz é bom começar logo, pois como dizem, “não está fácil para ninguém” e a época exige muito cuidado com as contas, evitando gastos desnecessários e fazendo uma reserva para as emergências e atender nossos planos.

De fato as coisas estão apertando. Precisamos manter a calma. Salários altos são poucos. Temos de aprender e aprender – fazendo, estudando, lendo, conversando com pessoas que sabem, pode até surgir a oportunidade de algum empreendimento. Por ora temos de ir organizando as contas. Não gastar mais do que se ganha. Controlar os gastos. Não se endividar. Guardar algum para emergências. Fazer uma poupança.

Estamos mal acostumados. Ou como diria o camponês – mal estribados, assim facilmente caímos do cavalo. Quando surge um obstáculo, as pessoas sem alento logo desistem. Vivemos num mundo hostil, despido de amor, faltam esperança e confiança. As pessoas precisam de coragem para dizer: eu quero isso. Eu quero aquilo. Organizar-se, caminhar na direção de seu objetivo.

Estamos percebendo uma aceleração dos acontecimentos. Vamos sendo empurrados. As coisas vão acontecendo rápido demais. Não temos tempo para nada. O comodismo sempre nos pega quando ficamos descuidados. Tendemos para a acomodação por preguiça. Acomodados não aproveitamos o tempo, não crescemos, não evoluímos.

Fora com o comodismo! Vamos nos permitir lutar pelo que queremos.

Temos de ser fortes, bem humorados. Se algo não der certo, sejamos persistentes.

As crianças dão um bom modelo de persistência. Pois elas não têm de lutar com o desalento que se infiltra pelos olhos e ouvidos.

O grande segredo para uma vida feliz é o alento. Diariamente o noticiário nos coloca diante de uma triste realidade: O que se observa são as atitudes mais negativas que os humanos poderiam cometer, as quais nos causam asco, desorientam a nossa mente e nos enfraquecem. O verdadeiro alento provém da alma fortalecida com o saber e a convicção, enquanto o desalento rouba a pouca energia de que as pessoas dispõem. Não podemos permitir que isso aconteça conosco.



Benedicto Ismael Camargo Dutra é graduado pela Faculdade de Economia e Administração da USP, faz parte do Conselho de Administração do Prodigy Berrini Grand Hotel e é associado ao Rotary Club de São Paulo. É articulista colaborador de jornais e realiza palestras sobre temas ligados à qualidade de vida. É também coordenador dos sites www.vidaeaprendizado.com.br e www.library.com.br, e autor dos livros: “Nola – o manuscrito que abalou o mundo”, “O segredo de Darwin”,“2012...e depois?”;“Desenvolvimento Humano”; “O Homem Sábio e os Jovens” e “A trajetória do ser humano na Terra – em busca da verdade e da felicidade (Madras Editora)”. E-mail: bicdutra@library.com.br; Twitter: @bidutra7
Enviar um Comentário:

Nome:
Email:
  Publicar meu email
Comentário:
Digite o texto que
aparece na imagem:

Vida e Aprendizado 2011.
Reproduçao total ou parcial do conteúdo deste site deverá mencionar a fonte.